Reprodução/Jornal Extra

Um jovem de 22 anos, que já tinha sido alvo de um registro de ocorrência em Rio Claro, foi preso em flagrante por extorsão em Copacabana, no Rio de Janeiro. O rapaz, um garoto de programa de luxo foi detido nesta quinta-feira (6). De acordo com as investigações policiais ele foi contratado por um empresário em um site de acompanhantes de luxo e exigiu o pagamento de R$ 2 mil do cliente para não divulgar vídeos de sexo com cliente.

De acordo com publicação no site do Jornal Extra, a delegada responsável pelo caso afirmou que o acusado, após se encontrar com o cliente na semana passada, revelou ter gravado parte da relação sexual que ocorrera e disse que enviaria as imagens para o marido da vítima. Como condição para deixar o local e preservar seu casamento, o cliente foi obrigado a pagar a quantia exigida pelo garoto de programa.

Após a vítima realizar o pagamento, o garoto de programa seguiu exigindo mais dinheiro para que os vídeos íntimos não fossem divulgados, configurando o crime de extorsão.

Diante da situação, a vítima procurou a Polícia, que localizou o jovem em Copacabana e realizou a prisão do indivíduo.

Na delegacia, ele confessou o crime e também foi constatada que, contra ele, havia um boletim de ocorrência registrado em Rio Claro. Na ocasião, um aposentado de 60 anos procurou a delegacia para relatar que, após pagar R$ 480 por um programa sexual com o rapaz, ele passou a exigir, por mensagens enviadas pelo WhatsApp, transferências bancárias por PIX de R$ 100 para não divulgar um vídeo íntimo dos dois.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Concluída 1ª etapa da obra na rotatória da Avenida 32

10º Baep realiza treinamento de ‘atirador designado’