Foto: Divulgação/PMRC/DAAE

Daae precisou diminuir as operações da ETA 2 e parar a Central de Distribuição como medida preventiva para manter a qualidade da água. Manancial apresenta melhora na turbidez da água, mas a previsão para a retomada das operações e fornecimento de água aos bairros abastecidos é para o final da tarde desta segunda-feira (26).

O Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) de Rio Claro informa que, devido à forte chuva na noite de domingo (25), foi necessário diminuir, na manhã dessa segunda-feira (26), as operações de captação, tratamento e fornecimento de água da Estação de Tratamento de Água (ETA 2), em razão do aumento na turbidez da água do rio Corumbataí, que apresenta maior concentração de matéria orgânica e barro no momento. Também foi necessário desligar temporariamente a Central de Distribuição.

“Essa ação ocorre como medida preventiva para manter a qualidade da água e é costumeiramente utilizada nesse tipo de situação em várias cidades, porém, resulta na diminuição da pressão no fornecimento para os bairros abastecidos pela ETA 2”, explica o diretor técnico do Daae, Denilson Massaferro Junior.

Os mananciais da cidade (Ribeirão Claro e rio Corumbataí) são monitorados várias vezes, todos os dias. O rio Corumbataí apresenta melhora na turbidez da água e a previsão para a retomada total das operações da ETA 2 e abastecimento aos bairros abastecidos é para o final da tarde desta segunda-feira (26). A água bruta captada pela ETA 1 é do Ribeirão Claro, que apresenta turbidez um pouco elevada, mas dentro das condições para tratamento e segue com as operações normalmente.

“Pedimos a compreensão da população nesse momento, mas é preferível diminuirmos a capacidade de operação da ETA 2 para prezarmos pela qualidade da água fornecida”, ressalta o superintendente do Daae, Sergio Ferreira.

A diminuição das operações da ETA 2 e desligamento temporário da Central de Distribuição podem gerar baixa pressão ou interrupção no fornecimento de água no Distrito de Ajapi e os bairros: Mãe Preta, Grande Cervezão, Santana, Alto do Santana, Parque das Nações 1 e 2, Distrito Industrial, Vila Industrial, Arco-Íris, Alan Grey, Vila Verde, Vila Nova, Vila Martins, Vila Olinda, Jd. Floridiana, Jd. América, Jd. Progresso 1 e 2, Jd. Guanabara, Jd. das Palmeiras Jd. das Flores, Jd. Bonsucesso, Jd. Bom Retiro, Jd. Village, Jd. Panorama, Jd. Maria Cristina, Jd. Cidade Azul, Jd. Azul, Jd. Boa Vista, Jd. Paulista 2, Jd. Centenário, Jd. Figueira, Jd. Nova Rio Claro, Jd. Bandeirantes, Jd. Primavera, Jd. Portugal, Jd. Brasília, Jd. Karan, Jd. Figueira, Jd. Dona Regina Picelli, Jd. Ipê, Jd. das Paineiras, Jd. São Paulo, Jd. São João, Jd. Wenzel, Novo Wenzel, São Miguel, Santa Maria, Santa Eliza, Terra Nova, Recanto Paraíso, São Caetano, Pq. Universitário, Pq. São Jorge, Parque Residencial, Ipanema, Chácara Rupiara, Matheus Manieiro, BNH, Condomínio Residencial São Paulo Home, Residencial Florença, Residencial dos Bosques, Diário Ville, Águas Claras, Santa Clara 1 e 2 e Benjamin de Castro.

O Daae ressalta a importância de a população fazer o uso consciente e sem desperdícios da água e informa que ter caixa d’água em suas residências diminui os transtornos em ocasiões como esta.

Serão feitas descargas em vários pontos da rede, mas o retorno do abastecimento pode resultar em casos pontuais de água escura, que devem ser relatados à Central de Atendimento da autarquia, no telefone 0800-505-5200, que atende 24 horas telefones fixos e celulares, ou pelo Whatsapp, no telefone (19) 9.9290-6424, que funciona das 8 às 18 horas em dias úteis.

A água também poderá ficar com aspecto “esbranquiçado”, gerado por microbolhas, que somem depois de alguns segundos, sem prejuízo à qualidade da água.

A ETA 2 fica na estrada que liga o Distrito Industrial ao Distrito de Ajapi é responsável pelo abastecimento de 60% da cidade. Os outros 40% são distribuídos pela ETA 1, que fica no bairro Cidade Nova.

Mais em Notícias:

As raízes italianas de Rio Claro

Rio Claro dá adeus ao policial militar Roberto Badaró