Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prenderam nesta sexta-feira (1º), em Sorocaba (SP), o homem apontado como um dos responsáveis por projetar e supervisionar o túnel usado pela quadrilha ao assalto ao Banco Central de Fortaleza (CE), em 2005.

A ação criminosa, que levou R$ 164 milhões, é até hoje a maior da história do país.

“Cabeção”, como é conhecido, estava foragido há 12 anos, desde que foi resgatado por homens fortemente armados do Presídio de Itatinga, no Ceará.

A prisão foi feita por policiais da 1ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo e Latrocínio). A equipe apurava informações de que o procurado passou a frequentar um imóvel na cidade de Salto, interior de SP. O trabalho de investigação teve apoio da Unidade de Inteligência Policial do Deic.

O foragido passou, então, a ser monitorado. Ele foi localizado em um shopping da cidade e não ofereceu resistência ao ser abordado. Os policiais também cumpriram mandado de busca e apreensão no imóvel do criminoso, em Salto, onde morava sua esposa.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

POLÍCIA: 21 metros de fios e cabos são furtados em Rio Claro

Autônomo sofre acidente ao cair em boca de lobo em Rio Claro