Mais um importante trabalho foi realizado na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade (Feena) no último sábado (5).

“Foram doadas algumas mudas, aproximadamente 200 e cerca de 30 voluntários participaram do plantio. É um trabalho que fazemos periodicamente e com muita seriedade”, afirma Alexandre Carrille, que é voluntário e que também desde 2016 ocupa o cargo de presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB de Rio Claro.

Apesar da doação das mudas, o plantio requer gastos com outras frentes e por isso a colaboração da população com qualquer quantia em dinheiro é sempre bem-vinda. Para isso uma chave Pix é disponibilizada: [email protected] (E-mail).

“Sempre precisamos de verba para os nichos que são feitos antes do plantio, para o hidrogel que é usado para a muda resistir por mais tempo, para trabalhos de roçagem”, pontua Carrile.

O começo

Tudo começou há sete anos, quando houve uma grande seca, estiagem e muitos incêndios no Horto. Diante do cenário devastador e a tristeza de ver a grande área verde se transformando em cinzas, teve início o processo de replantio autorizado pelo gestor da Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade (Feena).

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Fim de semana com diversidade climática em Rio Claro

Alunos fazem passeata contra a dengue no Grande Cervezão