Barracas ocupadas pelas artesãs na Rua 1

Da Redação

Barracas ocupadas pelas artesãs na Rua 1
Barracas ocupadas pelas artesãs na Rua 1

Novos problemas de segurança ocorreram nas barracas do camelódromo da Rua 1, ocupadas pelas artesãs do programa Economia Solidária. Desta vez, um roubo foi registrado na barraca de uma das profissionais. Segundo uma artesã, que por questões de segurança não terá seu nome revelado, o problema ocorreu logo no seu primeiro dia de trabalho.

A artesã deu início às vendas de seus tapetes e almofadas nessa quarta-feira (22), e nesta quinta-feira (23), segundo dia de serviço, ao chegar para abrir a barraca pela manhã, observou que o cadeado havia sido estourado e seu material roubado. Um Boletim de Ocorrência foi realizado junto às autoridades.

Não é a primeira vez que as profissionais sofrem com a falta de segurança. No mês de julho, ladrões furtaram a fiação elétrica do local duas vezes em poucos dias de diferença.

As artesãs relatam que um homem, em atitude aparentemente suspeita, visitou pela manhã desta quinta-feira os quiosques questionando às profissionais sobre o que elas tinham de material. Outro problema observado é a frequente visita de andarilhos ao local para pedirem dinheiro e comida.

As profissionais afirmam que contam com o apoio da Prefeitura para que autoridades possam fazer rondas pelo camelódromo a fim de inibirem novos problemas.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Idoso é atropelado e não resiste