Enquanto razão de alagamentos na Lagoa Seca não é descoberta, prefeitura inicia medida para ampliar vazão da água.

Serviço visa aumentar a vazão da água de chuvas na região da Lagoa Seca do Cervezão. Moradores estão sofrendo há 10 dias com alagamentos.

Enquanto os moradores da região da Lagoa Seca aguardam por uma resposta e temem pela próxima chuva com medo de um novo alagamento, a prefeitura de Rio Claro segue em busca do problema que tem afetado o escoamento de água naquela região.

Já foram três ocasiões desde o dia 9 de janeiro em que as águas invadiram casas e comércios e deixaram um rastro de prejuízo e indignação nos afetados.

Ontem, foi dado início à implantação de uma linha auxiliar de drenagem para ampliar a vazão da água de chuvas na região.

“Estamos abrindo um extravasor de grandes dimensões para que a água corra da Lagoa Seca para o Córrego Olinda”, explicou o secretário municipal de Obras, Valdir de Oliveira Júnior. “Serão de 30 a 40 metros de canal que devemos abrir até a semana que vem”, acrescenta.

Enquanto razão de alagamentos na Lagoa Seca não é descoberta, prefeitura inicia medida para ampliar vazão da água
Linha auxiliar de drenagem começa a ser implantada.

Paralelo a isso, desde a semana passada, equipes fazem uma varredura minuciosa em toda a tubulação com a participação da concessionária BRK, já que as redes de esgoto também estão no ‘pacote’ da investigação.

Além dos alagamentos, o problema também afundou parte do solo da rotatória localizada na Rua 6 com Avenida M-21.

Mais em Dia a Dia:

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 135 milhões

Velo Clube recebe o Oeste pelo Paulistão