Em busca de ritmo, equipe de boxe de Rio Claro sedia evento regional

150

Matheus Pezzotti

Por não ter sido um evento oficial, todas as lutas realizadas foram declaradas empate entre as delegações participantes
Por não ter sido um evento oficial, todas as lutas realizadas foram declaradas empate entre as delegações participantes

A cidade de Rio Claro recebeu no último sábado (9), um evento de abrangência regional do boxe paulista. Estiveram presentes na academia MM Boxe, as equipes de Piracicaba e São José dos Campos, realizando combates extra-oficiais, também conhecidos como topes de encontro.

A cidade de Rio Claro ocupa posição de destaque dentro do boxe nacional, sendo reconhecida como celeiro de bons atletas, além de uma das referências em treinamentos e revelação de pugilistas.

E neste evento, foram realizados oito combates, envolvendo principalmente atletas das categorias de base. Com a proximidade do campeonato brasileiro masculino da categoria cadete (15 e 16 anos) e do feminino adulto, a atenção fica redobrada para os atletas que disputarão o nacional em junho.

E Rio Claro possui seis atletas Cadetes e uma pugilista que tentam vagas para o nacional e os que lutaram no sábado foram: Marcelo Bagatti (60 quilos), Kauê ‘Baby Bull’ Belini (60 quilos), Rafael Bombonatti (70 quilos) e Kaio ‘Notorius’ Barreto (acima de 80 quilos) e Jucielen Cerqueira, que competirá na categoria Elite até 51 quilos. Em 2014, Jucielen foi campeã Brasileira Juvenil e este ano disputará seu primeiro nacional na classe Elite.

A seletiva para definir o time completo que representará São Paulo no brasileiro acontece próximo sábado, (16), em São Paulo.

“Esse evento foi importante para dar mais bagagem aos atletas, mais ritmo. Infelizmente temos poucas competições oficiais no Brasil e estamos com o problema de falta de transporte na Prefeitura. Então nossas viagens estão muito reduzidas, por isso é muito importante receber as outras equipes aqui em Rio Claro. Por não ter sido um evento oficial, declaramos todas as lutas empate”, afirma um do técnicos da equipe, Breno Macedo.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: