O volume de energia recuperado é o suficiente para abastecer 1.200 residências durante um mês, informa a Elektro

Equipes da Elektro, com apoio da Polícia Civil, identificaram e desativaram ligações clandestinas de energia elétrica (o popular “gato”) em Rio Claro, ontem (3). Na operação foram identificadas quatro fraudes em comércios e indústrias localizadas nos bairros: Jacutinga, Vila Saibreiro, Jardim Independência e Village. A ação recuperou energia suficiente para abastecer 1.200 residências durante um mês. Até o momento, duas pessoas foram presas em flagrante.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 8 anos de reclusão. Além de crime, representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também traz perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos. A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 0800 701 01 02 ou no site www.elektro.com.br.

Sobre a Elektro – reconhecida por 10 vezes como a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil, a empresa tem atuação em 228 municípios, sendo 223 no Estado de SP e cinco no Mato Grosso do Sul. Em uma área de concessão de 121 mil km², a concessionária atende 2,7 milhões de clientes.

Mais em Dia a Dia:

PM apreende adolescente por tráfico de drogas

Rio Claro tem cinco novos casos de Covid-19

“Emoção foi indescritível”, diz rio-clarense vacinada