Eleições

O primeiro turno das eleições gerais acontece neste domingo (5). Mais de 142 milhões de eleitores brasileiros vão às urnas para decidir o futuro político do país. Os eleitores vão eleger deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente da República (ordem de votação na urna). O horário de votação é das 8h às 17h.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Para votar, o eleitor deve comparecer à seção eleitoral munido de documento oficial com foto. Entre os aceitos estão as carteiras de identidade, de trabalho e de motorista. O título de eleitor não é obrigatório, mas é recomendável que ele leve o documento para identificar a localização de sua seção eleitoral dentro do local de votação.

VOTO SEM TÍTULO

É possível votar sem o título de eleitor. Basta saber a seção eleitoral e apresentar um documento com foto.

ORDEM DE VOTAÇÃO

O primeiro voto será para o cargo de deputado estadual e o eleitor deve informar o número de seu candidato com cinco dígitos. Após digitar o número na urna, deve conferir o nome e/ou a foto do candidato e, caso esteja correto, teclar confirma. Se errar o número, deve apertar a opção corrige e digitar os números corretos e confirmar o seu voto.

Em seguida, o mesmo procedimento deve ser feito para escolher o deputado federal, que tem quatro dígitos; o senador, com três dígitos; o governador, com dois dígitos e o presidente da República, também com dois dígitos.

COLA

Para facilitar e agilizar a votação, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) recomenda aos eleitores que levem os números de seus candidatos anotados. Quem quiser, pode imprimir e preencher as “colas” que estão disponíveis no site do tribunal (http://www.tre-sp.jus.br).

CELULAR

No recinto da cabina de votação, é proibido portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou quaisquer instrumentos que possam comprometer o sigilo do voto. Esses aparelhos devem ficar retidos com o mesário enquanto o eleitor vota.

DEFICIENTES

Para votar, o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida poderá contar com o auxílio de pessoa de sua confiança, ainda que não tenha feito o pedido antecipadamente ao juiz eleitoral.

DIA DAS ELEIÇÕES

É proibida qualquer forma de propaganda de candidatos ou partidos políticos no dia das eleições. É vedada ainda a propaganda de boca de urna e qualquer tentativa de influenciar a vontade do eleitor, inclusive a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado, até o término da votação.

São permitidas as propagandas veiculadas gratuitamente na internet em sítio do candidato ou do partido, blogs e redes sociais. No recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras, é proibido aos servidores da Justiça Eleitoral, aos mesários e aos escrutinadores o uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato.

Aos fiscais partidários, nos trabalhos de votação, só é permitido que, em seus crachás, constem o nome e a sigla do partido político ou coligação a que sirvam, vedada a padronização do vestuário.

VESTUÁRIO

É permitida a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches, dísticos e adesivos.

JUSTIFICATIVA

O eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral deve justificar a ausência. É necessária uma justificativa para cada turno em que o eleitor foi ausente. A justificativa pode ser feita no dia da eleição em um dos postos de justificativa ou em até 60 dias após a ausência nos cartórios eleitorais.

Toda seção terá uma mesa receptora de justificativa com cinco mesários. O ausente precisa do título de eleitor para preencher o formulário. O ausente pode preencher o formulário antecipadamente, mas só deve assiná-lo quando da entrega, na presença do mesário.

JUSTIFICATIVA NA URNA

Rio Claro terá 12 escolas (seis para cada zona eleitoral) com urnas para justificativa de voto. Na Zona 110 terão urnas as escolas Isolina Huppert Cassavia (Av. 18, nº 401, Jardim Brasília); Antonio Maria Marrote (Rua 17, nº 315, Bairro do Estádio); “Prof. Armando Bayeux da Silva” (Av. 5, nº 445, Centro); Chanceler Raul Fernandes (Rua 2, nº 2.877, Vila Operária); “Prof. Odilon Correa” (Rua 17, nº 1.726, Cidade Claret); e “Profª Oscália Goes Correa” (Rua 21, nº 3.955, Jardim Wenzel).

A ZE 288 também terá mesa receptora de justificativa com urnas em seis escolas: Marciano de Toledo Piza (Av. Dr. Edmundo Navarro de Andrade, 139, Cidade Nova); Djiliah Camargo de Souza (Rua 4, nº 1.098, Jardim Ipê); Zita de Godoy Camargo (Av. M-17-A, nº 639. Hipódromo); Heloísa Lemenhe Marasca (Rua 14-A, nº 181, Vila Bela); Sueli Ap. Marin (Av. M-31, nº 2.288, Jd. São João); e Lygia do Carmo Polastri Vendramel (Rua 11-C, nº 13, Arco-Íris).

CARTÓRIOS

Os cartórios eleitorais vão funcionar das 8 às 17 horas no dia da eleição. O cartório da Zona 110 fica na Rua 8, número 819, entre as avenidas 5 e 7, Centro. O telefone é (19) 3524-8283. Já o cartório da 288ª Zona Eleitoral de Rio Claro fica na Avenida 13, número 634, Centro. Telefone (19) 3524-9091.

O cartório da 245ª Zona Eleitoral, que atende os eleitores dos municípios de Santa Gertrudes, Itirapina, Ipeúna, Corumbataí e Analândia, fica na Rua 14, número 521, no bairro Consolação. O telefone é (19) 3534-8188.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Idoso desaparecido em Anápolis (GO) é localizado em Rio Claro

Escola infantil Vô Chico promove caminhada contra a dengue

Hanabi 100 % Monitor Technique Give up Port Appliance Review