Folhapress

Diretora do Centro de CDC (Controle e Prevenção de Doenças) americano, Rochelle Walensky condenou publicamente a forma como a agência de saúde lidou com a pandemia de Covid sob o seu comando nesta quarta (17). Segundo ela, o órgão falhou ao responder de forma rápida à crise e sua estrutura precisa ser revista. As informações são do jornal The New York Times.

Walensky delineou um plano para reorganizar o CDC em uma reunião com a sua equipe sênior. Os objetivos são priorizar as necessidades de saúde pública e os esforços para conter surtos de doenças e pôr menos ênfase na publicação de artigos científicos sobre doenças raras.

As medidas anunciadas agora surgiram de uma revisão externa que Walensky havia ordenado em abril, após meses recebendo críticas sobre sua atuação durante a pandemia. Seus críticos diziam que as mensagens públicas sobre uso de máscara e outras medidas de prevenção contra a Covid eram por vezes tão confusas ou eram modificadas tão abruptamente que mais pareciam esboços do que orientações visando o público de fato.

“Por 75 anos, o C.D.C. e a saúde pública se prepararam para a Covid-19 e, em nosso grande momento, nosso desempenho não atendeu às expectativas”, afirmou Walensky. “Meu objetivo é uma nova cultura de saúde pública orientada para a ação no CDC, que enfatize a responsabilidade, a colaboração, a comunicação e a rapidez.”

Seu plano, que também foi apresentado em um vídeo para os mais de 11 mil funcionários da agência, é pouco específico. Mas foi bem recebido por ao menos parte dos funcionários seniores da agência, assim como por especialistas externos em saúde pública.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Princesa Victoria ganha consultório odontológico

Rio Claro treina educadores para socorro nas escolas