Rogério Guedes, Irander Augusto e Gustavo Perissinotto

Em debate na Jovem Pan News, Irander Augusto critica posicionamentos de Rogério Guedes e afirma que Gustavo Perissinotto pode ser o “nome” dos conservadores

Expressiva em Rio Claro tanto em termos de movimentos populares quanto em votação nas eleições para presidente da República, a direita sofre com as dificuldades em promover união dos partidos e definição de lideranças para disputar cadeiras no Executivo e no Legislativo. No debate a Semana em 60 Minutos desse sábado (13) na Rádio Jovem Pan News (clique aqui e assista), o vereador Irander Augusto, presidente do Republicanos, falou sobre as divergências entre as siglas que se definem como conservadoras. “O Republicanos é o único partido que não está com a esquerda nas cidades paulistas. O PL está ligado com a esquerda em algumas cidades, para apoiar o PT (…) Eu, como vereador do Republicanos, tenho defendido a pauta conservadora (…). O Rogério Guedes (PL, de mudança para o União Brasil) já foi do PSB, Partido Socialista Brasileiro. Será que é direita mesmo ou interesse político? E outra coisa, você ser de direita, dizer que tem linha do lado evangélico, você não pode abusar de tal maneira de fazer ‘fake news’ e contar mentiras”, declarou o vereador.

Questionado sobre a participação do Republicanos no governo do prefeito Gustavo Perissinotto (PSD), Irander afirmou que o atual prefeito é o nome que pode representar a direita no município. “Acredito que sim. O Republicanos está hoje no governo do Gustavo (…), acredito que o Gustavo tem feito um bom governo. Ele não é perfeito, porque ninguém é perfeito”, declarou Irander, que também lembrou posicionamentos conservadores de Gustavo, em casos como o debate sobre o Estatuto da Educação. O vice-prefeito Rogério Guedes entrou em contato com o Grupo JC solicitando espaço para responder a Irander. Nesta segunda-feira (15), Guedes participou do Jornal da Manhã na Rádio Jovem Pan News (clique aqui e assista).


Sincerão – Em Cordeirópolis, durante a live em que anunciou que fica de férias até 08 de fevereiro, o prefeito Adinan Ortolan explicou que iria desfrutar do benefício pela primeira vez, já que o descanso oficial foi aprovado pela Câmara no ano passado. Mas lembrou que, ao longo dos anos, os ex-prefeitos descobriram algumas estratégias para conseguir descansar. “Acabaram criando uma situação, pegando atestado de quinze, vinte dias, nunca achei justo, acabei não fazendo e fiquei sete anos sem férias”.

Adinan Ortolan

House of Cards

Causou rebuliço a saída de Marta Suplicy do governo de Ricardo Nunes (MDB) em São Paulo para voltar ao PT e ser vice na chapa do adversário, Guilherme Boulos (Psol). Para o rio-clarense Du Altimari, assessor especial do gabinete de Nunes, foi “opção pessoal dela, de que discordo.

Sempre foi muito bem tratada no governo do Ricardo, onde tinha até um ótimo relacionamento familiar.
Acredito que não entendeu esse novo projeto de poder que está nascendo com a reeleição do prefeito, balizado como Democracia e na Diminuição da Desigualdade Social”.

“Lula foi eleito prometendo ser estadista e contou com o apoio de Simone Tebet no 2º turno com a finalidade de romper as bolhas da polarização. Essa ação em São Paulo está incoerente com isso” respondeu o presidente do MDB, deputado Baleia Rossi, ao colunista do UOL, Tales Faria, que classificou o episódio como “verdadeiro House of Cards, com traições de todos os lados”.


“Quando assumi, o setor de habitação não existia, falava-se tanto em construção, construção, mas, na hora em que a gente foi pegar o setor, não existia nada junto ao governo do estado, nada junto ao governo federal”.

prefeito de Santa Gertrudes, Gino, comentando sobre situação do setor de habitação quando iniciou seu governo
Prefeito Gino de Santa Gertrudes no estúdio da Rádio Jovem Pan News.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Política: