Imagem ilustrativa. Foto de usertrmk em Freepik.

Estados Unidos foram principal mercado de exportações das indústrias de Rio Claro e região

No primeiro quadrimestre deste ano, no período de janeiro a abril, foi registrado um saldo de quase US$ 90 milhões (dólares) na balança comercial da indústria na região de Rio Claro, segundo dados do Ciesp, que atende e defende os interesses das indústrias dos municípios de Rio Claro, Araras, Leme, Santa Gertrudes, Corumbataí, Itirapina e Ipeúna.

As exportações da regional registraram US$ 199 milhões no período, um decréscimo de 42,3% na comparação interanual. Já as importações somaram US$ 109,3 milhões, o que significa uma queda de 20% frente ao mesmo período do ano passado. Apesar disso, para o gerente regional do Ciesp, João Zaine, o saldo é positivo.

“Apesar das exportações em nossa região terem registrado um decréscimo de 42,3% na comparação interanual, as importações também caíram e a balança comercial manteve um saldo positivo de US$ 90 milhões. A queda das exportações se deve a questões sazonais ligadas à produção agrícola regional, como ‘Preparações de produtos hortícolas’ e ‘Veículos automóveis, tratores’. A Diretoria Regional do Ciesp em Rio Claro está preparada para emissão de ‘Certificados de Origem’ e assessoria para o empresário que desejar exportar”, afirma Zaine.

Sede do CIESP em Rio Claro, na Avenida Presidente Kennedy.

Os principais produtos exportados foram preparações alimentícias diversas (13%), produtos cerâmicos (12,4%) e leite e laticínios; ovos de aves (11,8%). Por outro lado, as importações da regional se concentraram em máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos (23,8%), plásticos e suas obras (13,3%) e produtos químicos orgânicos (11,8%).

No período analisado, os principais destinos das exportações de Rio Claro foram Estados Unidos (14,9%), Argentina (13,9%) e México (9,2%). Por sua vez, as compras da regional tiveram como principais origens China (32,7%), Estados Unidos (13,1%) e Itália (9,3%).

Mais em Dia a Dia: