Uma situação chamou a atenção de moradores próximos a uma praça na Rua 16, Jardim São Paulo.

O ato do descarte irregular de mato no local deixou um rastro de indignação, pois o material, segundo testemunhas, foi retirado de um imóvel e deixado na praça, sem qualquer preocupação com a atitude certa a ser tomada.

“Eu acredito que temos que colaborar. Se é algo que compete à prefeitura, nós cobramos, não é mesmo? Sendo assim, precisamos também fazer a nossa parte. Imagina se vira moda e as pessoas comecem a jogar lixo e outros materiais na praça? Não está certo”, disse um morador das proximidades, que preferiu não se identificar.

O que diz a prefeitura

A prefeitura de Rio Claro ressalta que não há motivo para fazer descarte de lixo, entulho ou materiais recicláveis em locais inapropriados. O município dispõe de sete ecopontos que funcionam diariamente, inclusive nos finais de semana e feriados, tem coleta domiciliar em todos os bairros, oferece coleta seletiva e operação cata-bagulho. As pessoas que precisam descartar materiais devem utilizar estes serviços e lembrar que os materiais não podem ficar acumulados nas calçadas ou no leito carroçável. O município dispõe também de várias empresas que oferecem serviço de caçambas para catar entulho. Quem descumpre as regras está sujeito às multas previstas em lei.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Papai Noel chega domingo no Parque Lago Azul