Uma criança de cinco anos foi picada por um escorpião no bairro Santa Clara 2, na cidade de Rio Claro, na quinta-feira (10). Isis Elena M. Ribeiro da Silva, de cinco anos, brincava na sala de sua casa enquanto sua mãe estava na cozinha e ouviu um forte grito da criança.

“Isis estava brincando na sala e eu estava na cozinha, de repente eu ouvi um grito muito alto e do nada ela começou a chorar e a balançar o pezinho, quando vi o escorpião preto. Rapidamente corremos para a Santa Casa e a médica que nos atendeu no plantão foi muito atenciosa”, explicou Ariane Moreira, a mãe da menor.

Vale ressaltar que Ariane havia encontrado um escorpião idêntico ao que picou Isis Elena no colchão da residência no dia anterior e o matado.

A mãe conta ainda que, no momento do atendimento, a médica responsável falou prontamente com a Vigilância que passou todas as orientações, que foram seguidas.

“Ficamos em observação por seis horas. Nas duas primeiras, que eram cruciais, minha filha ficou muito bem, depois das seis, ela recebeu novamente uma avaliação e fomos para casa. A única coisa que peço com essa reportagem é que deem atenção ao nosso bairro. Sou moradora do Santa Clara II há quatro anos e infelizmente o que aconteceu com minha filha não vai parar nela. Caso não deem um jeito nos terrenos aqui com mato alto, que são muitos, esse caso não será o primeiro”, aponta a mãe.

Questionada sobre a situação, a prefeitura municipal informou que o Centro de Controle de Zoonoses realiza visitas e orientações relacionadas ao aparecimento de escorpiões. No caso de aparecimento destes animais, as solicitações devem ser feitas via ouvidoria municipal, pelo telefone 3526-7105, para que equipe vá até a residência e possa orientar os moradores sobre cuidados preventivos. Os moradores nunca devem manusear os escorpiões.

O veneno para eliminar escorpiões tem baixa eficácia. A principal orientação é em relação ao descarte correto de materiais, já que o acúmulo de entulho favorece a proliferação de escorpiões. O município de Rio Claro dispõe de sete ecopontos, onde entulho e outros materiais podem ser descartados gratuitamente. Os escorpiões também se alimentam de baratas, daí a importância de redobrar cuidados para que as baratas não apareçam e sejam atrativos para escorpiões.

Escorpiões normalmente ficam nas redes de água e esgoto e têm como porta de entrada às residências ralos e rede elétrica. Por isso é importante que as tomadas tenham espelhos e os ralos devem ser fechados.

No caso de picada, deve-se buscar uma unidade de pronto-atendimento. Se a vítima tiver menos de 10 anos, a orientação é para que seja levada diretamente à Unidade de Urgência e Emergência Nossa Senhora de Lourdes, na Avenida 15 (antigo PSMI).

O trabalho de limpeza e corte de mato é feito pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos de maneira ininterrupta em toda a cidade. Assim que conclui o último setor, o serviço retorna à região inicial.

A prefeitura destaca que a população deve colaborar com a limpeza da cidade fazendo o descarte correto de materiais. Vale destacar que a limpeza de terrenos particulares é de responsabilidade dos proprietários.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Prefeitura altera trânsito na Visconde com a Avenida 32

Prefeito de Santa anuncia abono salarial de R$ 400,00 em dezembro