Golpistas se passam por profissionais da Santa Casa de Rio Claro, exigindo pagamentos fictícios de familiares de pacientes

Após reportagem publicada pelo JC no último domingo (13), mãe agradece mensagens e apoio recebidos e pede por orações

A criança de sete anos com diagnóstico positivo para febre maculosa entrou na terceira semana de internação na UTI da Santa Casa de Rio Claro.

Wiley Reis, mãe do menino, voltou a conversar com a reportagem do Jornal Cidade e atualizou o estado de saúde do filho: “Ele segue sedado e intubado. Tenho ficado direto com ele aqui no hospital. Os médicos me disseram que ele até evoluiu um pouco, mas é bem grave o caso em razão de tudo pelo que passou até agora. Não dá para afirmar se ele terá sequelas ou não, tudo vai depender da resposta dele, de quando ele for extubado. Mas eu creio em mais uma milagre, pois meu filho se mostrou muito forte diante de tudo o que passou desde quando começaram a aparecer os primeiros sintomas”, declara a mãe.

A febre maculosa é uma doença possivelmente fatal que costuma ser causada pela picada de um carrapato infectado com bactérias da família Rickettsia. Os sintomas incluem febre, dor de cabeça e dores musculares. Pode haver erupções, geralmente com pele escura ou crosta no local da picada de carrapato. A febre maculosa responde bem ao tratamento imediato com antibióticos.

Fonte – Ministério da Saúde

Wiley também falou sobre a repercussão das declarações dadas ao JC no último domingo (13), quando apontou negligência nos atendimentos do filho nas UPAs da 29 e Cervezão, o que segundo ela levou ao agravamento da saúde do menino: “Foram inúmeras mensagens e a maioria das pessoas relatou ter passado por descaso assim como eu senti com meu filho também. Muito triste tudo isso”.

Em relação ao ocorrido, a Fundação Municipal de Saúde afirmou que está acompanhando o caso desde o seu início e que está levantando todos os atendimentos realizados em suas unidades para, de fato, apurar com toda a serenidade e rigor se, em algum momento, houve conduta fora dos protocolos que o caso necessitava.

Por fim, a mãe pede que sigam orando pela recuperação do filho Henri dos Reis Tomazelli: “A febre maculosa é uma doença muito cruel e grave. Agradeço a todos que estão torcendo pela vida dele e orando pela sua recuperação. Essa corrente do bem com certeza ele sente da UTI”, finaliza.

Mais em Dia a Dia:

Temperaturas seguem baixas até quinta (30)

Fausto Maule celebra os 20 anos de JC Magazine