Local irá abrigar novo conjunto habitacional em Corumbataí

Divulgação

Local irá abrigar novo conjunto habitacional em Corumbataí
Local irá abrigar novo conjunto habitacional em Corumbataí

A prefeitura de Corumbataí acaba de comprar uma área para a construção de novo conjunto habitacional. O terreno com 52.246,10 metros quadrados foi adquirido através de processo de desapropriação amigável pelo valor de R$ 257.000,00, oriundos dos cofres do próprio município. O local é anexo ao bairro Olívio Mina.

A escritura lavrada no último dia 15 segue agora para registro e em seguida será encaminhada junto com demais documentos à CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), que providenciará o projeto que indicará o número exato de moradias que serão construídas, além de áreas institucionais e outros detalhes técnicos.

Após tudo definido e aprovado, a empresa deve autorizar a abertura das inscrições dos interessados para futuro sorteio. “Pretendemos fazer um cadastramento sério para contemplar o morador residente no município há muito tempo e que realmente precisa de casa”, assinalou o secretário de governo, Luis Fernando Mancini.

A solicitação das moradias à CDHU foi feita pela prefeito Vicente Rigitano, quando em audiência para assinatura do convênio relativo à pista de skate implantada naquelas imediações. À época ele esteve acompanhado do deputado estadual Orlando Morando, do secretário Mancini e das vereadoras Isaura Salles Bortolin e Gislaine Sitolin.

Os vereadores Manoel Berbel e João Altarugio também haviam participado de uma reunião na CDHU em Araraquara e sugerido ao prefeito a construção de algumas unidades habitacionais para a redução do déficit habitacional no município. “A câmara teve papel importante nessa conquista para Corumbataí, haja vista que tivemos o projeto de lei para compra do imóvel aprovado pelos vereadores por unanimidade”, avaliou o prefeito. “Não temos o número exato do déficit de moradias, mas temos certeza que a construção dessas habitações irá beneficiar diversas famílias que hoje gastam boa parte de seus recursos com aluguel”, completou Rigitano.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Cipa da Prefeitura de Rio Claro tem novos integrantes

Obras avançam no pátio interno do Mercado Municipal