Valéria Pasetto e Imaculada Trivelato, presidente e vice da Rede Rioclarense de Combate ao Câncer

Divulgação

Valéria Pasetto e Imaculada Trivelato, presidente e vice da Rede Rioclarense de Combate ao Câncer
Valéria Pasetto e Imaculada Trivelato, presidente e vice da Rede Rioclarense de Combate ao Câncer

A luta contra o câncer de mama, tipo mais comum entre as mulheres, ganha força no mês de outubro em todo o mundo. Surgido nos EUA há mais de 30 anos, o movimento Outubro Rosa amplia sua abrangência e ganhou força no Brasil na última década.

Em Rio Claro, a iniciativa também vem ganhando destaque e, no próximo dia 19, a partir das 8h, na Avenida Presidente Kennedy, levará o movimento às ruas com a primeira edição da Corrida Rio Claro Rosa.

Publicidade

Promovido pelo Rotary Club de Rio Claro, o evento esportivo visa conscientizar e chamar a atenção da sociedade para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, segundo tipo mais frequente no mundo e, de acordo com dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), responsável pela morte de 32 mulheres por dia no Brasil.

“A intenção é tornar o assunto relevante, incentivar a discussão sobre o tema e promover um maior engajamento da população em torno da realização da mamografia e do exame clínico das mamas, métodos mais eficazes para a detecção precoce da doença”, explica Mozart Gramiscelli Ferreira, presidente do Rotary Club Rio Claro.

O evento terá as modalidades de corrida de 4 e 8 quilômetros, além de caminhada de 4 quilômetros e a corrida Kids, voltada exclusivamente para crianças. O primeiro lote de inscrições se esgotou rapidamente nos primeiros dias e o segundo começa a ser vendido nesta semana, com os valores de R$ 40,00 (caminhada e corrida Kids) e R$ 60,00 (corrida 4 e 8 quilômetros).

As inscrições podem ser feitas pessoalmente na Clínica de Atividade Física Vida Mais e a renda obtida será revertida à Rede Rioclarense de Combate ao Câncer Carmem Prudente, entidade filantrópica que há quase 40 anos atende pacientes com câncer de Rio Claro e microrregião, e ao Rotary Club Rio Claro para suas ações sociais.

“Um laço, uma postagem nas redes sociais ou mesmo uma camiseta rosa pode iniciar uma conversa sobre o tema, e hoje esse tipo de informação realmente pode salvar vidas”, destaca Mozart, ressaltando que a mobilização através do esporte também é extremamente interessante por ampliar a abrangência da campanha. “Além de todos os benefícios que a renda do evento proporcionará no tratamento aos pacientes, os próprios participantes serão beneficiados pela prática de uma atividade física saudável”, conclui.

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas na página oficial no Facebook.

Mais em Esportes: