Com todo seu esgoto tratado, o Ribeirão Tatu passa por processo de despoluição.

Aniversário do município de Cordeirópolis tem como comemoração as ações em prol do Meio Ambiente

Uma reparação histórica acontece neste ano, após décadas, quando o município jogava esgoto in natura em córregos e ribeirões de Limeira e toda região. Nos últimos anos, a prefeitura passou a investir no presente para garantir um futuro sustentável e próspero para todos os cidadãos.

Com todo seu esgoto tratado, o Ribeirão Tatu passa por processo de despoluição. São várias obras espalhadas em diversos pontos da cidade, com estrutura de 5.452 metros de coletores, mais 3.294 metros de interligações, que somam cerca de R$ 26 milhões e atendem cerca de 8 mil residências.

O prefeito Adinan Ortolan afirmou que Cordeirópolis agora pode se juntar a dezenas de outras cidades que são sustentáveis ambientalmente e pode dizer com muito orgulho que nunca mais o município irá poluir os mananciais. “Este marco histórico é possível devido aos investimentos realizados pela administração no decorrer de todos esses anos. Investir em saneamento básico é erradicar as doenças, melhorar o índice da saúde pública e principalmente investir no meio ambiente”, destacou o mandatário.

Para o presidente da autarquia SAAE, Silvio da Silva, com a finalização dessas obras, a cidade tem 100% de esgoto tratado. “Cordeirópolis investe R$ 100 mil por mês no tratamento do esgoto e recentemente mais de R$ 500 mil com o objetivo de diminuir os impactos do esgoto doméstico na água e no solo, com a construção de 57 fossas sépticas no Assentamento 20 de Novembro. Ao todo, são mais de 15 interligações dos emissários para a coleta do sistema de esgotamento sanitário em toda a cidade”, explicou Silva.

Mais em Dia a Dia:

Um serviço mais que essencial

Trecho da Avenida 1 terá interdição nesta segunda (17)