O município de Rio Claro realizou no final de semana sua 15ª Conferência Municipal de Saúde, organizada pelo Conselho Municipal de Saúde e Fundação Municipal de Saúde.

Mais de 1.000 pessoas participaram das 40 pré-conferências no mês de janeiro e mais de 250 propostas foram encaminhadas para o relatório final, após análise dos 152 delegados que participaram dos trabalhos. “A conferência de saúde é um marco na participação do controle social do SUS”, destacou Américo Valdanha Netto, presidente do Conselho Municipal de Saúde.

“É uma alegria estar com vocês e verificar que a comunidade rio-clarense participou amplamente dessas discussões”, afirmou o prefeito Gustavo na abertura do evento, sexta-feira (3) à noite. “Isso nos entusiasma a fazer ainda mais pela saúde de Rio Claro”, ressaltou o prefeito, que citou o início da construção do Hospital Público Municipal e outras obras e serviços realizados na atual gestão municipal.

No sábado, a conferência teve a palestra da médica da Unicamp Rosana Onoko, que fez uma abordagem sobre a situação do SUS, com base em documento do Conselho Nacional de Saúde.

Rio Claro terá 20 delegados na fase regional, sendo 10 usuários do SUS, 5 profissionais e 5 gestores. Na plenária final também foram aprovadas duas propostas por eixo e duas moções, sendo uma de homenagem aos profissionais de saúde que trabalharam na pandemia de Covid e outra em defesa da luta antimanicomial.

Da abertura da conferência também participaram o vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Serginho Carnevale, os vereadores Julio Lopes, Moisés Marques e Geraldo Voluntário; a presidente da Fundação de Saúde, Giulia Puttomatti; a diretora do Departamento Regional de Saúde de Piracicaba, Regiane Portes Mendes; o médico Jair Virginio Junior, do Centro Universitário Claretiano; o presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de São Paulo, James Francisco Pedro dos Santos; o representante do Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região; a delegada regional adjunta do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo, Rafaela Durrer Parolina de Carvalho; a coordenadora do Grupo Técnico de Farmácia Clínica do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo, Elisângela Scagnolato; a delegada do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 3ª Região, Carolina Luciane Nogueira Martinez; o coordenador das Delegacias do Interior do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, Rodrigo Souto de Carvalho; o diretor administrativo da Santa Casa de Misericórdia de Rio Claro, Alfredo Joaquim de Lima Junior; representantes dos prefeitos Adinan Ortolan (Cordeirópolis) e Leandro Martinez (Corumbataí), e a presidente do Conselho Municipal da Comunidade Negra de Rio Claro, Janice Rezende.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Sobrevivente de Orpinelli refaz a vida e lança projeto

Chega às bancas a nova JC Magazine