As fortes chuvas que atingiram o Estado de Minas Gerais nas últimas semanas causaram muitos danos. Diversas famílias perderam o pouco que tinham e estão contanto com a ajuda de donativos para poder enfrentar os problemas oriundos dessa situação.

Santa Gertrudes possui muitas famílias que, atualmente, residem e trabalham no município, mas vindas de Minas Gerais, principalmente das áreas mais afetadas. Preocupadas em ajudar de alguma maneira amigos, familiares e a população em geral, uma grande campanha foi realizada com apoio de diversas igrejas da cidade e algumas de Rio Claro.

A iniciativa que partiu de Glalson Chamon, vice-prefeito de Santa Gertrudes e também membro da Igreja Assembleia de Deus – Ministério de Belém, arrecadou cerca de 23 toneladas e meia de donativos que foram encaminhados para as cidades de Matipó, Manhumirim, Martins Soares, Santana do Manhuaçu, São José do Mantimento, Durandé, Conceição do Ipanema e Taparuba.

“Tive a iniciativa de conversar com as instituições religiosas para poder arrecadar o que era preciso e fui recebido prontamente por todos. Tivemos muita contribuição das igrejas evangélicas de Santa Gertrudes, da igreja católica e também de algumas igrejas evangélicas de Rio Claro”, conta.

No início, o primeiro desafio era conseguir todos os donativos, mas, segundo o vice-prefeito, a campanha foi muito bem abraçada por todos e muita coisa foi arrecadada. O segundo desafio, então, foi encontrar um meio de levar tudo.

“Entrei em contato com a empresa Isoterm e o responsável pela empresa cedeu um caminhão para levar todos os mantimentos e doações, prontamente. Então, no dia 2 de fevereiro, partimos, eu e o motorista, para Minas Gerais”, explica Chamon.

No momento, segundo o voluntário, a situação das chuvas está controlada, mas as igrejas ainda estão angariando alimentos e também produtos de limpeza.

“Muitas famílias estão tentando se reestruturar e a doação de alimentos e produtos de limpeza contribui muito para que eles possam conseguir ter sua vida de volta. Só tenho a agradecer a todos os envolvidos de alguma maneira, aos voluntários, a quem doou, às empresas, às lideranças de cada cidade que recebeu, foi um trabalho em conjunto, para o bem de todos. Eu me sinto muito realizado em poder fazer tudo que fizemos, foi um momento muito marcante para mim, novamente agradeço a todos que se envolveram e viram a real necessidade das famílias em Minas Gerais, nossas famílias, famílias de amigos, pessoas que precisam de muita ajuda neste momento”, finaliza o vice-prefeito.

Todas as cidades que receberam as doações tiveram lideranças que organizaram a distribuição, partindo da prefeitura, de grupos de voluntários e de grupos de apoio.