Pouco mais de dois meses do início de uma ‘vaquinha’ na internet, para ajudar um casal rio-clarense que percorre a cidade com uma Kombi recolhendo recicláveis, o objetivo foi atingido.

Em outubro, o JC contou a história de dona Dulcinéia e seu Antonio, que estavam passando um “perrengue” e tanto nas mãos de uma Kombi ano 1976. O fato era que, depois de tanto tempo de uso, o veículo já estava precisando se aposentar das ruas, porém o casal não tinha dinheiro para comprar outra e seguir pegando recicláveis.

Sensibilizada, a dona de casa Virgínia Ramos, que é uma das colaboradoras assíduas do casal na entrega do material, pediu a ajuda da filha e criou uma ‘vaquinha’ online para arrecadar dinheiro e comprar um veículo mais novo para seu Antonio e dona Dulcinéia.

Na tarde de ontem, segunda-feira (9), a entrega da Kombi aconteceu e seu Antonio não conteve a emoção quando pegou a chave do veículo nas mãos: “Parece que o meu coração está batendo fora do peito. Quero agradecer e pedir que Deus abençoe a cada pessoa que me ajudou, doou ou apenas torceu para que esse meu sonho fosse realizado”.

Acompanhando tudo de perto estava a responsável por dar o ponta-pé inicial nesta corrente solidária: “Eu estou tão feliz ou até mais que eles. Conseguir ajudar esse casal honesto e trabalhador foi a melhor coisa que me aconteceu este ano. Não é uma Kombi zero quilômetro como eu gostaria, mas 19 anos mais nova da que eles tinham”, disse Virgínia.

Até mesmo a responsável pelo estacionamento onde a Kombi foi comprada fez questão de colaborar com essa corrente do bem: “Fazemos muitos negócios, mas é a primeira vez que um veículo nosso é comprado com o dinheiro de uma vaquinha online. Diante disso, resolvemos presentear o casal pagando a transferência da Kombi para o nome do seu Antonio. Esperamos que ele faça bom uso e seja muito feliz com esse carro que foi entregue revisado, com pneus e motor praticamente novos”, disse Isabela Ferreira da Silva, do estacionamento Pit Stop Car.

“Daqui pra frente é vida nova! Muitas vezes já ficamos na rua, com a Kombi quebrada e esperando mecânico. Essa que ganhamos nem barulho faz”, finalizou seu Antonio, com um sorriso no rosto.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Há 95 anos, Anjo da Concórdia era doado ao município

Gustavo destaca “resgate da credibilidade” da cidade