A prefeitura de Rio Claro instalou placas de orientação para que os tutores de cães não passeiem pelo Parque Municipal Lago Azul com seus animais sem antes colocar coleiras em seus pets. A medida, de acordo com a prefeitura, é para proteger as pessoas que frequentam o parque e também gansos e patos do local. Não há registro de ataque de cães contra pessoas, mas contra os pássaros o fato foi verificado várias vezes.

O uso de coleiras foi sugerido pelo vereador Alessandro Almeida em requerimento aprovado na Câmara Municipal. Em janeiro deste ano, o Lago Azul passou a contar com um local exclusivo para o lazer de cães, iniciativa que também teve indicação de Alessandro. Com aproximadamente 400 m², o Espaço Pet tem mourões de eucalipto e é fechado com alambrado. No seu interior, vários equipamentos para que os cães se exercitem e se divirtam.

O prefeito Gustavo destaca que no ano passado a prefeitura realizou várias outras ações pelo bem-estar animal, como a implantação da Patrulha de Proteção Animal e Ambiental, o espaço para a soltura e recreação de cães abrigados no canil municipal e a criação do Fundo Municipal de Proteção Animal, que receberá recursos provenientes de multas e aplicará em prol da causa animal.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

As raízes italianas de Rio Claro

Rio Claro faz lançamento oficial das obras do Instituto Federal

1º caso de Covid no Brasil completa quatro anos nesta segunda (26)