Uma cachorra foi resgatada pela Guarda Civil Municipal e está agora sob os cuidados do Departamento de Proteção Animal.

O responsável, um comerciante, foi encaminhado até o plantão de Rio Claro, onde foi registrado um boletim de ocorrência e vai responder agora a um inquérito policial.

Segundo informações da equipe que atendeu o caso, a cachorra foi encontrada no bairro Cervezão, repleta de carrapatos, com extrema magreza e ganindo de dores. O local em que o animal se encontrava estava com fezes e com a vasilha da comida toda suja. Consta ainda que um primeiro proprietário do animal deixou a cachorra para esse comerciante cuidar e o mesmo, por sua vez, não fazia isso, nem prestou nenhuma assistência médica, apesar da situação constatada.

Somente neste ano, o Jornal Cidade já trouxe em suas páginas vários casos de maus-tratos contra animais.

No caso mais recente, anterior a este, a Patrulha de Proteção Animal da GCM esteve no bairro Alto do Santana. Na residência, a equipe se deparou com três cães adultos e seis filhotes, todos esqueléticos, onde não havia alimentação e nem água. A tutora foi indagada a respeito da situação, e informou que não alimentava os animais porque não tinha condições financeiras e que seu ex-companheiro também era responsável pelos cães.

Diante da situação, a tutora foi conduzida à Central de Polícia, onde foi registrado o boletim de ocorrência de maus-tratos contra animais, e posteriormente liberada. Os cães foram resgatados e levados ao Canil Municipal.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Homem é morto com golpes de foice no Distrito de Itapé

POLÍCIA: 21 metros de fios e cabos são furtados em Rio Claro