Folhapress/ Igor Truz Moraes

A seleção brasileira deverá jogar a ampla maioria de suas partidas na Copa do Mundo 2022 em dias úteis no Brasil. Das sete possíveis partidas caso a equipe avance até o final da competição, no máximo dois jogos da Copa do Mundo serão disputados aos finais de semana.

Além da disputa de terceiro lugar e da final da competição, que respectivamente acontecerão no sábado e no domingo, existe apenas a possibilidade de que o Brasil jogue as quartas de final em um final de semana.

Esta hipótese ocorrerá apenas no caso da equipe do técnico Tite se classificar em segundo lugar na fase de grupos. Se isso acontecer, e a seleção passar pelas oitavas de final, o Brasil disputará o jogo válido pelas quartas no dia 10 de dezembro, um sábado, às 16h.

Todas as demais partidas acontecerão em dias úteis.

A seleção brasileira está no grupo G e fará sua estreia às 16 horas do dia 24 de novembro, uma quinta-feira, em partida contra a Sérvia. Ainda na fase de grupos, o Brasil enfrentará a Suíça às 13 horas do dia 28 de novembro, uma segunda-feira; e Camarões no dia 2 de dezembro, uma sexta-feira.

Os dois primeiros colocados do grupo na primeira fase avançam para a fase final.

VEJA DIAS DA SEMANA QUE O BRASIL PODE JOGAR ATÉ A FINAL DA COPA DO MUNDO:

Fase de grupos
Quinta-feira (24/11) – Brasil x Sérvia – 16h
Segunda-feira (28/11) – Brasil x Suíça – 13h
Sexta-feira (02/12) – Brasil x Camarões – 16h

Em caso de classificação em primeiro lugar na fase de grupos:
Segunda-feira (5/12) – 16h – oitavas de final
Sexta-feira (9/12) – 16h – quartas de final
Terça-feira (13/12) – 16h – semifinal
Sábado (17/12) – 12h – disputa do terceiro lugar
Domingo (18/12) – 12h – final

Em caso de classificação em segundo lugar na fase de grupos:
Terça-feira (6/12) – 16h – oitavas de final
Sábado (10/12) – 16h – quartas de final
Quarta-feira (14/12) – 16h – semifinal
Sábado (17/12) – 12h – disputa do terceiro lugar
Domingo (18/12) – 12h – final

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.