Boxe infantil de Rio Claro no Paulista

140

Matheus Pezzotti

Os atletas Japonês, Rafael, Baby Bull, Icaro, Donavan e Bagatti na academia em Rio Claro
Os atletas Japonês, Rafael, Baby Bull, Icaro, Donavan e Bagatti na academia em Rio Claro

Tentando manter a tradição de celeiro de bons boxeadores, a equipe de boxe de Rio Claro faz, neste sábado (15), sua estreia no Campeonato Paulista Infantil, que será realizado na cidade de Guarulhos.

Este é o oitavo ano consecutivo em que a cidade participa no estadual infantil, no qual competem apenas garotos de 13 e 14 anos. Rio Claro será representada por seis atletas: Marcelo Bagatti, da categoria 56 quilos, Icaro Martins (60 quilos), Kauê ‘Baby Bull’ Belini (60 quilos), Victor ‘Japonês’ Martins (64 quilos), Donavan Souza (64 quilos) e Rafael Bombonatti (66 quilos). Do time, três tentarão conquistar o título pela segunda vez, já que Bagatti, Japonês e Bombonatti são os atuais campeões paulistas.

Nesta primeira rodada, foram escalados apenas dois rio-clarenses para subir ao ringue. Baby Bull Belini enfrentará um atleta da academia Coliseu, de Guarulhos, tendo a missão de superar o adversário que luta em casa. Já Donavan Souza vai encarar um atleta da equipe Força Jovem, da capital paulista. Ambos disputam o torneio estadual pela primeira vez.

O início do campeonato acontece no período da noite, mas, pela manhã, um dos demais atletas da delegação rio-clarense, Victor Japonês, fará uma luta amistosa em um evento no Palmeiras. Japonês enfrentará um atleta da Ponte Preta, de Campinas, visando adquirir ritmo para a disputa do estadual.

Mesmo com a diminuição da verba da prefeitura destinada ao esporte, o boxe de Rio Claro fez questão de participar do torneio de categoria de base.

“Para nós é de fundamental importância que nossos garotos disputem este paulista. Nosso trabalho com a formação de atletas é o nosso carro-chefe, estamos há muitos anos transformando jovens rio-clarenses em grandes boxeadores e este trabalho não pode parar por uma crise financeira”, diz Breno Macedo, coordenador da equipe de Rio Claro.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: