[áudio] Sérgio Guedes avalia derrota para o São Paulo e projeta contratações

64

Matheus Pezzotti

Na segunda-feira (22), já se preparando para enfrentar o Oeste, fora de casa, na quarta-feira (24), pela sexta rodada do Paulistão, o técnico Sérgio Guedes atendeu a reportagem do JC antes do treino da tarde para, primeiramente, falar da derrota para o São paulo por 1 a 0, em um jogo em que o Galo Azul, na maior parte do tempo, equilibrou as ações.

“Eu também acho que foi equilibrado. A expectativa e ocasião eram de um resultado melhor. Pelo que foi visto e mostrado, até merecíamos uma coisa melhor, e futebol é momento. Mas saio satisfeito por um lado e na expectativa por uma melhora, porque entendo que os jogadores são capazes de fazer melhor do que fizeram e fica a expectativa para o próximo jogo, esperando que a gente pontue”, comenta.

Galo Azul fez jogo equilibrado, mas sofreu gol de bola parada. Com 4 pontos, segue na zona do rebaixamento, na 17ª posição (Foto: Luciano Urbancic)
Galo Azul fez jogo equilibrado, mas sofreu gol de bola parada. Com 4 pontos, segue na zona do rebaixamento, na 17ª posição (Foto: Luciano Urbancic)

Segundo o regulamento, os clubes podem fazer inscrições de jogadores no Departamento de Registro da Federação Paulista de Futebol até a próxima sexta-feira (26). E, com Caio Mancha lesionado, ainda não inscrito, vai dar lugar a outro centroavante que o treinador tem buscado.

“Onde temos necessidade, estamos mexendo. É difícil achar jogadores que estão em atividade, prontos para jogar, mas a nossa pretensão é essa. Mas estou conversando com alguns jogadores que são profissionais e que não estão aptos, sem atuar, e isso é ruim, mas a circunstância é essa, precisamos saber arriscar certo para que não sofrermos prejuízo e esperamos que até sexta-feira sejam anunciados um ou dois jogadores”, afirma.

Questionado se um dos nomes poderia ser Borges, o treinador disse que não chegou a falar com o jogador, nem com Keirrisson, que Borges está sem jogar, precisaria de um tempo maior para se colocar à disposição e não é o nome que o clube está procurando.

>>> Confira áudio da entrevista no player abaixo da reportagem

“Temos três nomes que temos conversado e cinco ofertas. Tem gente querendo vir e ajudar, principalmente pelo que viram nas últimas partidas, jogadores que acham que a equipe precisa de determinada situação e função e está se dispondo a vir ajudar, mas precisamos sentar e discutir para ver se é viável trazer ou não”, acrescenta.

Ao fraturar a fíbula na última sexta-feira, o lateral-esquerdo Myller também será desligado do elenco e o time vai em busca de outro jogador. O volante Rodrigo Celeste precisa de uma liberação do seu antigo clube, o Taubaté e, caso aconteça, será reintegrado ao elenco do Galo Azul.

“A gente precisa fazer uma escolha. Temos um tempo pequeno, mas não estamos desesperados em fazer uma aposta em que a gente sabe que o risco é grande. A gente espera trazer um nome que, mesmo que tenha que cumprir um estágio de 10, 15 dias, se for um jogador que a gente entenda ser pertinente, a gente vai arriscar trazer”, finaliza Guedes.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: