Após uma década de espera, o novo Fórum de Rio Claro já está em funcionamento. Nessa quinta-feira (10), o diretor Dr. Luís Cláudio Pavão fez o anúncio oficial de que as atividades já estão sendo desenvolvidas no prédio construído na chamada Cidade Judiciária, no bairro São Miguel, na Avenida Ulysses Guimarães. O processo de mudança do prédio localizado na Avenida 5 para o novo se iniciou em setembro, conforme a coluna Farol JC repercutiu na época.

“Agora no fim de outubro foi concluída a mudança. Temos aqui três varas criminais, a 1ª, a 2ª e a 3ª. Temos também a Vara de Execução da Infância e Juventude e júri também funcionando neste prédio, além da Vara da Fazenda Pública. Ao todo são cinco unidades já funcionando, com audiências aqui, atendimento ao público, advogados e população”, comenta o diretor.

O prédio do Centro permanece em funcionamento com as quatro varas cíveis e as duas varas de família. “No prédio de apoio anexo funciona o Cejusc e outros serviços que continuam atendendo a população”, acrescenta Pavão. Para o juiz, a divisão dos serviços e a nova configuração com o novo prédio em funcionamento, a prestação do serviço deverá melhorar. “O Fórum antigo já não tinha mais condições de receber serviço criminal. É um prédio antigo, com a carceragem pequena, sem separação de presos, presas e menores. Não havia espaço adequado para escolta de presos. Havia fluxo muito grande, quando havia audiências com membros de facções criminosas, de viaturas e policiais e isso acabava atrapalhando a população e comerciantes do entorno que viam as ruas fechadas em razão de segurança”, relata Pavão.

O novo espaço passa a oferecer, também, estacionamento. “É um espaço mais apropriado para prestar um serviço decente. A população merece, depois de tanto tempo que essa obra demorou e ficou em construção, finalmente estamos vendo os frutos aparecerem”, finaliza o diretor do novo Fórum.

O prédio foi inaugurado em junho de 2021, pelo Governo do Estado e a Prefeitura de Rio Claro. O prédio possui 4,6 mil m² de área construída. As obras do novo Fórum tiveram início em 2010 e havia previsão de 12 meses para serem entregues. Após quatro anos, os trabalhos de construção foram paralisados em 2014. Depois de vários problemas, foram retomados somente em 2018. O Ministério Público chegou a instaurar um inquérito civil para investigar a demora na entrega do prédio. O local chegou a ser alvo de vandalismo e diversos furtos.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Pontos de alagamento são registrados após chuva em Rio Claro

UFSCar desenvolve pesquisa sobre violência em relacionamentos

Prefeitura faz recapeamento em novo trecho do Cidade Jardim