O plano de investimentos prevê R$ 10 mi para o curso de Medicina em parceria com a Universidade Cruzeiro do Sul

Antonio Archangelo / Coluna PolítiKa

O plano de investimentos prevê R$ 10 mi para o curso de Medicina em parceria com a Universidade Cruzeiro do Sul
O plano de investimentos prevê R$ 10 mi para o curso de Medicina em parceria com a Universidade Cruzeiro do Sul

A Associação Educacional de Araras – Colégio Técnico Unar, por intermédio do pro-reitor José Adinan Ortolan, avisou que a unidade de Rio Claro, que funcionará no antigo prédio do Objetivo na Rua 7, Santa Cruz, será inaugurado em dezembro e as aulas pelo Programa Estadual VENCE começam em fevereiro.

“Investimos R$ 400 mil na reforma do prédio. Os alunos podem ficar tranquilos. O curso era para ser iniciado em setembro e o Governo do Estado transferiu para fevereiro por conta de questões orçamentárias”, cita ao rebater denúncias de que a unidade seria uma “escola-fantasma”.

“Temos 200 alunos matriculados em Rio Claro. Abrimos o processo seletivo para contratação de professores. Amanhã (hoje) irei ao PAT para contratar funcionários”, citou.

Adinan também cita que a Unar tem interesse em lecionar Medicina da cidade e deve participar de processo seletivo. “Se formos vencedores, os dois primeiros anos do curso serão neste prédio e pretendemos construir outro para abrigar toda a faculdade de medicina. O plano de investimentos é em parceria com a Universidade Cruzeiro do Sul”, comentou.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação, responsável pelo programa VENCE, disse que “a Diretoria Regional de Ensino de Limeira esclarece que os alunos do Ensino Médio da rede estadual de ensino interessados em cursar dupla formação em 2015 têm até o dia 29 de novembro para confirmarem sua matrícula. Com o Vence, os estudantes atendidos recebem diplomas do ensino regular e técnico após a conclusão dos estudos. A unidade mencionada pela reportagem e credenciada no programa não atende atualmente a estudantes e passará a receber os repasses a partir do próximo ano, quando as turmas estiverem devidamente matriculadas”, conclui a nota.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias: