Nascido em Araras, o jovem Acacio Barbosa da Silva, de 26 anos, tem uma história de vida recheada de superação, foco e gratidão.

O jovem, que usa o nome Acacio Potheir, atualmente mora, trabalha e estuda em Toronto, no Canadá, mas tem uma ligação muito forte com a cidade de Rio Claro.

“Nasci em Araras, e minha mãe fazia parte da Reforma Agrária, saímos de lá e fomos para um assentamento na cidade de Cordeirópolis, onde vivemos por anos e depois conseguimos um lote no Horto de Camacuã, onde minha família reside até hoje”, conta.

Bancário e promoter de eventos em Toronto, Acacio conta que sua mãe sempre foi o suporte da sua vida, enfrentando todas as dificuldades para poder oferecer um futuro diferente aos filhos. O jovem tem mais dois irmãos e seis sobrinhos.

Cícera Bezerra da Silva, atualmente com 63 anos, mãe do jovem, foi quem sempre batalhou para que ele conseguisse realizar seus sonhos e o promoter, com muita gratidão, retribui da forma que pode todo o esforço de dedicação da mãe.

“Ela sempre buscou uma vida melhor para todos nós, não nos deixava fazer o trabalho que ela fazia, queria que estudássemos, muitas vezes ela tinha que escolher entre pagar a conta de energia ou aulas de inglês para mim e ela acabava pagando a conta no limite, para não ficarmos desabastecidos”, conta.

NO EXTERIOR

Acacio Potheir conta que estudava em Ipeúna e sua vida mudou quando foi para Belo Horizonte estudar, após conseguir uma bolsa para cursar Relações Internacionais.

“Meu irmão morava em BH e fui para lá estudar com uma bolsa, logo consegui um estágio em Boston e também com subsídio consegui ir para fora e percebi que meu futuro era fora do país, voltei para cá e comecei todo o processo para tentar uma vida no Canadá e tem dado muito certo desde então. No início as dificuldades eram imensas, frio, falta de dinheiro, mas hoje trabalho em um banco, estudo e também promovo eventos com diversas personalidades brasileiras lá, dando a cara do nosso país e oferecendo isso não só para a comunidade brasileira em Toronto, mas para todos. Consigo também ajudar minha mãe e minha família, estamos construindo uma segunda casa onde foi nosso primeiro barraco no Horto”, finaliza.

Gratidão

Acacio reconhece todo o esforço que sua mãe sempre fez por ele e pelos irmãos e ajuda da melhor maneira que pode. Segundo a irmã, Sindi França, é graças à luta dele que todos vivem em condições melhores na família. “Ele nos faz querer ser melhores, voltei a estudar inspirada nele”, conta.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia: