Alunos de braile conhecem projeto que amplia acessibilidade

Alunos de braile conhecem projeto que amplia acessibilidade

Na quinta-feira (11) participantes do curso de braile, realizado pela prefeitura de Rio Claro, visitaram a Empresa Júnior da escola Puríssimo. Eles foram acompanhados por equipe da Assessoria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Os alunos do Puríssimo e o professor Filippi Ongarelli apresentaram projeto que visa ajudar na acessibilidade com a utilização de impressora 3D, equipamento que possibilita a impressão de peças como placas de sinalização em braile, entre outras.

Os alunos do curso de braile, bem como a professora Sabrina, apresentaram algumas necessidades das pessoas com deficiência visual como contribuição ao projeto dos estudantes do Puríssimo.

Paulo Meyer, assessor dos Direitos da Pessoa com Deficiência, destaca que “foi uma excelente atividade e a partir desse primeiro encontro estabelecemos planos para novas colaborações, o que trará muitos frutos no âmbito da acessibilidade”.

A Empresa Júnior Puríssimo é uma associação sem fins lucrativos, especializada em tecnologia e Cultura Maker, criada com o objetivo de fomentar o aprendizado prático dos educandos, no qual o professor inspira e os alunos lideram; alunos assumem problemas reais e não apenas simulações.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Temperaturas seguem baixas até quinta (30)

Dia dos Bombeiros: a favor da população