A Secretaria Municipal da Educação de Rio Claro promoveu a visita de aproximadamente 350 estudantes da Educação de Jovens e Adultos às exposições permanentes do Museu Amador Bueno da Veiga.

Além das exposições permanentes, os alunos visitaram a Exposição Fronteiras do Baú, que trata das questões da história do negro no Brasil, da cultura afro-brasileira e da luta contra o racismo.

Conforme observa a Renata Corte, Coordenadora Pedagógica de Linguagens, para muitos alunos foi a primeira vez que estiveram em um museu apreciando obras de arte e aprendendo sobre história geral e do município. Renata avalia que as visitas às exposições do museu proporcionaram aos estudantes aprendizado significativos por meio de vivências além do espaço escolar.

O aluno José Célio de Oliveira Silva, da sexta série da escola municipal Sylvio de Araújo, falou de sua satisfação em participar da visita. “A cultura não está só dentro da escola. Essa visita foi muito importante para nós, pois aprendemos sobre a história de Rio Claro e a história dos negros. Aqui aprendemos também que é possível lutar para se conseguir o que quer”, afirmou.

A Educação de Jovens e Adultos é destinada às pessoas que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no Ensino Fundamental na idade própria. Aqueles que quiserem se matricular na EJA podem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Educação pelo telefone 3522-1950.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Princesa Victoria ganha consultório odontológico

Rio Claro treina educadores para socorro nas escolas