Carteira que estava no bolso de Gilmar Alonso funcionou como um ‘escudo’ e o protegeu

Vítimas moraram por muitos anos em Rio Claro e se mudaram para a capital

A advogada Maria Amélia e o marido Gilmar Alonso, que é engenheiro elétrico, se recuperam de um susto e tanto após uma tentativa de assalto na Vila Sônia, em São Paulo.

Na noite de segunda-feira (20), eles retornavam de viagem após passarem o feriado na praia quando, ao chegarem à residência, foram rendidos por dois criminosos em uma moto: “Meu marido desceu do carro e entrou para tirar a trava do portão, quando os bandidos foram até a porta do veículo e um deles, com uma arma, começou a gritar para eu sair. Imediatamente eu obedeci, só que ele não conseguia ligar o carro. Foi neste momento que ele desceu novamente e queria que eu entrasse no veículo para ligar, só que meu marido no meio daquela gritaria achou que iriam me sequestrar e interveio. Foi nesse momento que um deles falou pra ele não se aproximar que iria atirar e meu marido, em um impulso, achando que a arma era de brinquedo, mandou ele atirar então. Foi nesse momento que eu ouvi um barulho, até achei que era tiro de festim, corri para o outro lado da rua e comecei a gritar que a polícia estava vindo, e eles fugiram na moto em que chegaram”, relata Maria Amélia.

O mais impressionante veio na sequência. O tiro efetuado por um dos bandidos foi em direção à perna de Gilmar Alonso, que foi salvo de ser ferido pela carteira que estava no bolso: “A bala da arma parou na carteira dele. Foi um susto e um livramento muito grande. Acredito que tudo isso também serve como alerta às pessoas para tomarem muito cuidado ao chegarem em casa. Policiais me disseram que as mulheres são as principais vítimas”, declarou. Veja abaixo o vídeo do assalto registrado por câmeras de segurança.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Idoso desaparecido em Anápolis (GO) é localizado em Rio Claro

Escola infantil Vô Chico promove caminhada contra a dengue

As raízes italianas de Rio Claro