Quase um terço do acervo do sistema de bibliotecas públicas municipais de Rio Claro está digitalmente catalogado. A iniciativa da prefeitura começou no início deste ano e tem objetivo de cadastrar de forma digital todos os cerca de 150 mil livros das quatro bibliotecas gerenciadas pela Secretaria Municipal de Cultura.

“É uma necessidade antiga”, explica o prefeito Gustavo. “O cadastro digital vai modernizar o atendimento, facilitar a consulta dos associados e, de alguma forma, estimular a leitura”, acrescenta.

Dos mais de 43 mil itens que já foram catalogados digitalmente, 13.240 são do Gabinete de Leitura, que conta com cerca de 50 mil exemplares. Dos 80 mil livros da biblioteca do Centro Cultural, 26.384 estão catalogados de forma digital. Na unidade do Cervezão foi digitalizado até o momento cadastro de 2.145 itens e na do CEU Mãe Preta, 1.425, sendo que essas duas bibliotecas somam 20 mil exemplares.

“Ainda não há uma data definida para o fim desse trabalho, mas estamos nos desdobrando para que todo o cadastro digital esteja disponível à comunidade nos próximos meses”, explica Ana Maria Buciolli, que coordena o sistema de bibliotecas públicas municipais.

Com o acervo digitalizado em um sistema unificado, a população poderá consultar on-line se o título que deseja está em uma das bibliotecas municipais, em qual unidade, quantos exemplares existem e se está disponível.

“Essa facilidade vai ampliar o acesso aos livros e, esperamos, renovar o interesse nas nossas bibliotecas”, ressalta a secretária adjunta de Cultura, Cláudia Guilherme, esclarecendo que a iniciativa também tem como meta valorizar o livro físico e os espaços de leitura.

Para isso, além da digitalização do cadastro, a prefeitura também vem ampliando o acervo. Desde o início do ano, são quase 14 mil novos exemplares no sistema de bibliotecas, entre doações e aquisições.

“A leitura sempre foi fundamental para a construção da sociedade e essa importância, que passa pelos livros, se intensifica neste momento de intenso fluxo de informações”, comenta o secretário municipal de Cultura, Dalberto Christofoletti.

Bibliotecas

O gabinete de leitura fica na Avenida 4, 427, Centro. Atende de segunda a sexta-feira das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas, e aos sábados das 8 às 13 horas.

A biblioteca do Centro Cultural fica na Rua 2, 2880, Vila Operária. Atende de segunda a sexta-feira das 8 às 17 horas e aos sábados das 8 às 12 horas.

A biblioteca de Cervezão fica na Rua M-15, 411. Atende de segunda a sexta-feira das 8 às 16 horas e aos sábados das 8 às 12 horas.

A biblioteca do CEU Mãe Preta fica na Avenida 1-MP, 159. Atende de segunda a sexta-feira das 8 às 16 horas.

Para ficar sócio das bibliotecas municipais de Rio Claro é preciso levar RG e comprovante de residência. Com exceção da biblioteca do CEU Mãe Preta, que não tem custos, a taxa de inscrição é de R$ 3,00. Menores de idade desacompanhados de responsável devem levar autorização dos pais.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia: