Aos oito anos o pequeno Davi Luiz Almeida Alves Miranda já enfrentou muitas batalhas. Quando tinha apenas três anos, o morador de Santa Gertrudes foi diagnosticado com Neuroblastoma Adrenal Esquerdo Primário Grau 4 (alto risco) com Envolvimento de Medula Óssea e Metástase Óssea. Desde então já passou por várias etapas como quimioterapia, radioterapia e até mesmo um transplante de medula óssea.
Todo o tratamento existente no Brasil já foi feito na criança e ele foi aceito num tratamento complementar que agora é realizado na cidade de Hershey, na Pensilvânia, no hospital Penn State Health.

Acontece que a família tem que arcar com os custos da viagem, alimentação, entre outras despesas porém a conta nunca fecha. Por isso uma ação solidária está sendo feita onde o 1º prêmio é uma bolsa de grife (Calvin Klein original) e o 2º prêmio R$ 700,00. O bilhete custa R$ 5,00 e o link é https://rd.app/s/acao-solidaria-davi-luiz199903. Outras formas de contribuir são através de depósitos via PIX com a chave 19 999327371 (Natália Rosa de Almeida – mãe) e através da vaquinha online https://www.vakinha.com.br/3562362. O Instagram do Davi é @umahistoriademilagre.

Conheça toda a história

Em Setembro de 2019 aos 3 aninhos e 8 meses Davi Luiz foi diagnosticado com cum Câncer Infantil raro e agressivo. Neuroblastoma grau 4 primário de Adrenal Esquerda, mais Massa Retroperitoneal com acometimento na Medula Óssea e Metástase Óssea.

A partir desse diagnóstico ele começou uma batalha árdua contra o Câncer. Davi Luiz fez 4 blocos de quimioterapia totalizando 21 ciclos, 1 cirurgia para remoção do tumor, 1 Transplante de Medula Óssea Autólogo, 14 sessões de Radioterapia e 5 ciclos de Imunoterapia chamada de Dinutuximabe. E mesmo passando por tudo isso a doença ainda tinha 40% de chances de voltar. 

Atualmente ele se encontra fazendo um tratamento nos Estados Unidos, o DFMO, que pode fazer com que as chances de recidiva dessa doença de 40% caia para 3%. 

Davi Luiz faz uso dessa medicação desde Fevereiro de 2023 e tem uma duração de 2 anos. Precisamos ir em busca dela a cada 3 meses, e isso tem um alto custo financeiro para nós, já fomos por 5 vezes, faltam mais 4 viagens para concluírmos. Essa rifa é para nos ajudar a custear os gastos de nossa próxima viagem que está agendado para o início de abril. 

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Programa combate lentidão na abertura de empresas

Jucielen vence bicampeã nos EUA