Rio Claro tem morte confirmada por H1N1

184

Carine Corrêa

A Vigilância Epidemiológica da Fundação de Saúde de Rio Claro confirmou via assessoria a primeira morte por H1N1 em Rio Claro neste ano. “Trata-se de paciente do sexo masculino, 44 anos, sem doença preexistente”.

A família do paciente fez contato com o JC. Ricardo Meissner tinha 44 anos e faleceu no dia 15 de maio. A família soube da confirmação da morte de Ricardo por H1N1 no final da semana passada.

“Tudo começou com dor no peito, tosse seca de dor de cabeça. Ele foi atendido na Vila Cristina, depois no Cervezão e posteriormente na pronto-socorro da Santa Casa. Ele chegou a tomar quatro comprimidos do Tamiflu”, comentou o pai muito abalado, Nivaldo  Meissner.

A matéria na íntegra você confere na edição impressa desta terça-feira, dia 7. No vídeo abaixo, médica esclarece dúvidas sobre a Gripe A – H1N1.

1 COMENTÁRIO

  1. Engraçado que TODAS as mortes confirmadas por H1N1 são das pessoas consideradas “fora do grupo de risco” ou seja, as que não estão sendo beneficiadas pela campanha de vacinação, já perceberam? Governantes, parem de roubar e disponibilizem a vacina a TODA A POPULAÇÃO INDEPENDENTE DA FAIXA ETÁRIA, agora pra receber vacina pelo SUS ou tem que ser criança menor de 6 anos ou idoso acima de 60, ou possuir algum problema de saúde ou ser infrator da lei e o restante da população que se dane…BRASIL QUE VERGONHA! Tanto imposto pago pra nada…

Qual sua opinião? Deixe um comentário: