Superintendente do Daae lista prioridades em sua gestão

324

Carine Corrêa

Francesco Rotolo é o novo superintendente do Daae de Rio Claro
Francesco Rotolo é o novo superintendente do Daae de Rio Claro

Em substituição a Eliseu Almeida da Silva – que foi remanejado pelo democrata Juninho na Secretaria de Governo, Planejamento e Desenvolvimento Econômico – o engenheiro civil Francesco Rotolo é o novo superintendente do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE).

Mudanças

A atual Secretaria de Negócios Jurídicos será extinta. O setor será comandado pelo procurador-geral do Município. A nova Secretaria de Governo, Planejamento e Desenvolvimento Econômico terá como titular Eliseu Almeida da Silva. O Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE), que a princípio estaria sob responsabilidade de Eliseu, passará a ter como superintendente Francesco Rotolo.

Nos próximos anos, ele lista algumas prioridades. “Operacionalização dos reservatórios instalados na Mãe Preta, Assistência, Centro-Sul, Bacia 12 Regina Picelli e Jardim Novo I; conclusão da obra de ampliação das ETA II; conclusão da obra da barragem de captação de água bruta da ETA II; travessias de adutoras na Washington Luís no trevo de acesso ao bairro Novo Wenzel e Rodovia Fausto Santomauro trevo de acesso a Rio Claro; manutenção das estruturas dos tanques de decantação e floculação da ETA I; manutenção de pontos de vazamento da central de distribuição localizada no Distrito Industrial; manutenção nas edificações deterioradas de propriedade do DAAE; redução da inadimplência; reavaliar os contratos existentes; buscar redução de custos operacionais; implantação de métodos de controle”, detalhou Francesco. “Os projetos futuros serão objetos de avaliação das demandas de consumo, automação do sistema, equipamentos mais eficientes, dentre outros”, acrescentou.

Advogado Rodrigo Raghiante é o procurador-geral do município
Advogado Rodrigo Raghiante é o procurador-geral do município

Já a Procuradoria-Geral do Município será comandada pelo advogado Rodrigo Raghiante. “A linha de atuação é assessorar a administração pública dentro do princípio da legalidade. Ou seja, assessorar o prefeito e a administração como um todo dentro dos ditames da lei. Sempre fazendo de forma a beneficiar a população e o crescimento de Rio Claro. O Departamento Jurídico é importante na administração pública. Sem atuação do Jurídico, a máquina pública não funciona. O objetivo é dar tranquilidade legal para que o prefeito e secretariado possam trabalhar com o objetivo comum do crescimento da cidade. Destaco a valorização do servidor público pelo novo prefeito”, frisou o procurador.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: