Sucen conclui nebulização em Rio Claro com pedido de retorn

131

Ednéia Silva

Sucen terminou nebulização na região do Santana na noite de quarta-feira (1º)
Sucen terminou nebulização na região do Santana na noite de quarta-feira (1º)

A Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) concluiu na noite de quarta-feira (1º) a nebulização na região do bairro Santana. A Prefeitura de Rio Claro solicitou que o serviço seja estendido a outros bairros, mas depende da disponibilidade da Sucen que atende municípios de todo o Estado de São Paulo.

A coordenadora do Programa Municipal de Combate a Dengue, Kátia Curado Nolasco, explica que essa primeira parte da nebulização nas ruas terminou. Porém, como o município tem outros bairros com alta incidência de dengue foi feita solicitação para que a equipe retornasse à cidade e o pedido está sendo analisado. Ainda não há definição quanto a novos procedimentos.

Quanto à nebulização no interior dos estabelecimentos comerciais da região central da cidade, o serviço está em fase final. Nas lojas, o serviço terminou nessa quinta-feira (2). Agora, só falta aplicar o produto em locais específicos que recebem grande fluxo de pessoas durante o dia. Essas áreas serão nebulizadas durante o feriado prolongado.

Kátia informa que o paço municipal foi nebulizado nessa quinta-feira (2) já que não teve expediente por causa do ponto facultativo. Jardim Público, Praça da Liberdade e Daae também receberam nebulização. Nesta sexta-feira (3) o procedimento será realizado em toda área da ALL da Avenida 7 até a Avenida 24. No sábado será a vez do INSS, Atende Fácil e Complexo Koelle. Kátia acredita que até segunda-feira a nebulização no Centro seja concluída.

NÚMEROS DA DENGUE

O número de casos de dengue diminuiu 53% em março na comparação com fevereiro. No mês passado foram confirmados 21.953 casos no estado contra 47.297 no mês anterior, queda de 25.344 casos. Em janeiro foram 30.850. Na contramão do estado, Rio Claro aumentou os números de dengue em março quando foram confirmados 5.718 casos da doença no município contra 1592 em fevereiro. O acréscimo foi 259,17% ou 4.126 casos. Em janeiro foram registrados 208 casos.

Os dados paulistas foram levantados Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde, com base nos dados informados pelos municípios ao Sistema de Informações de Agravos de Notificação. Os números são preliminares e podem sofrer alteração. De janeiro a março, o Estado de São Paulo registrou 100,1 mil casos de dengue frente a 196,8 mil ao longo de 2014.

O maior número de casos de dengue está concentrado em 30 dos 645 municípios paulistas. Rio Claro é uma das cidades que enfrentam epidemia com 7.518 casos confirmados até o dia 27 de março. O novo boletim da dengue, que seria divulgado nesta sexta-feira (3), foi adiado para segunda-feira (6) por causa do feriado.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: