Sintomas que indicam sinal amarelo para o fumante

586

Poluição, exposição a produtos químicos ou poeira, fatores genéticos, infecções respiratórias recorrentes. Há várias condições que podem desencadear uma doença nas vias aéreas. Mas quando o assunto é tabagismo, o risco de adquirir esse tipo de enfermidade aumenta exponencialmente.

Muito se fala sobre o surgimento do câncer, mas o cigarro também é um grande causador de doenças respiratórias como asma, enfisema pulmonar, bronquite crônica e a doença pulmonar obstrutiva (DPOC), considerada a segunda causa de mortalidade no mundo.

Além de fazer mal para quem fuma, os componentes do cigarro prejudicam também os fumantes passivos. Conforme dados da SBPT, a exposição de gestantes e crianças à fumaça reduz o desenvolvimento dos pulmões e piora a função pulmonar com o tempo, por exemplo.

Vício afeta a todos e agrava sintomas que já existem

Quem convive com os fumantes, também, tem chance de desenvolver doenças respiratórias. No fim das contas, além de ser responsável pelo surgimento das doenças, o cigarro é capaz de agravar sintomas quando eles já existem.

Se você é fumante e anda por aí sofrendo com tosse, falta de ar, respiração ofegante, chiado, muco e cansaço, esses podem ser sinais de alerta para algumas doenças respiratórias importantes.

Vale ressaltar que não importa o seu nível de dependência do cigarro ou seu tempo como fumante, sempre vale a pena parar.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: