Município

OrquestraCoralPuccini
A ópera conta a histórica de Angelica, uma menina da aristocracia, que teve um filho sem estar casada

O Coral Municipal e a Orquestra Sinfônica de Rio Claro realizam neste sábado (13) a ópera Suor Angelica, de Puccini. O evento, que acontece no teatro do Centro Cultural, será a primeira de três apresentações que prosseguem no dia 19, próxima sexta-feira, na Igreja Bom Jesus e no dia 20 na Igreja da Boa Morte. Em todos os dias o espetáculo começa às 20h e é gratuito.

A ópera conta a histórica de Angelica, uma menina da aristocracia, que teve um filho sem estar casada.

Sua família tira dela o filho e, para castigá-la, colocam-na em um convento. Ao invés de se rebelar, a protagonista leva uma vida calma e vira uma especialista em medicamentos com plantas, e se torna muito querida por todas no convento. Entretanto, a tragédia ronda a vida da heroína, que viverá intensos sofrimentos relacionados à tia e ao filho de quem fora separada.

A ópera estreou no Metropolitan Opera House de Nova York em 14 de dezembro de 1918. A obra se destacou por ser raro exemplo de uma ópera só de mulheres. Na encenação original, vozes masculinas só apareciam no final, em um coro de anjos.

Giacomo Puccini nasceu em Lucca no dia 22 de dezembro de 1858 e faleceu em Bruxelas no dia 29 de novembro de 1924. Importante compositor italiano de óperas, suas obras estão entre as mais interpretadas atualmente.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias: