Após meses de paralisação por causa da pandemia de Covid-19, as escolas da rede privada de ensino de Rio Claro estão autorizadas a retomarem as aulas e demais atividades presenciais com 35% do número de alunos matriculados.

A autorização do município está oficializada em decreto assinado nesta segunda-feira (18) pelo prefeito Gustavo Perissinotto e pelo secretário municipal de Negócios Jurídicos, José Renato Martins.

A autorização é válida para unidades educacionais de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. Para o ensino superior, a liberação só acontecerá com o município na fase amarela do Plano São Paulo. Porém, mesmo Rio Claro estando na fase laranja, estão autorizadas as aulas presenciais dos cursos de medicina, farmácia, enfermagem, fisioterapia, odontologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, nutrição, psicologia, obstetrícia, gerontologia e biomedicina.

O texto do decreto estabelece que todas as instituições de ensino que retomarem as atividades presenciais terão como obrigação adotar os protocolos sanitários específicos para o setor de educação, aprovados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Quando o município passar para a fase amarela do Plano São Paulo, o limite de alunos nas salas de aula será ampliado para 70% do número de matriculados. O índice de 100% só será aceito com o município na fase verde.

Para as escolas estaduais ainda não há decisão sobre retomada das aulas presenciais. Já para as escolas municipais, as aulas continuam sendo feitas à distância, com a expectativa de que sejam retomadas no próximo semestre.

Mais em Dia a Dia: