Rio Claro cria 1.719 empregos e obtém melhor resultado dos últimos três anos

369

O município de Rio Claro fechou os primeiros 11 meses de 2017 com saldo positivo na geração de empregos formais com carteira assinada. Levantamento feito pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), aponta que a cidade criou 1.719 vagas no mercado de trabalho de janeiro a novembro. Foram feitas 21.940 contratações contra 20.221 demissões, com destaque para o setor de Serviços que registrou o maior número de admissões: 901.

Nesses dados faltam contabilizar os números de dezembro. No entanto, esse é o melhor resultado obtido nos últimos três anos quando o município fechou sempre com saldo negativo, sendo 906 postos de trabalho em 2016, 2.875 em 2015 e 813 em 2014.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, avalia que esses números refletem as ações do empresariado rio-clarense e do poder público para manter o crescimento do município mesmo num cenário econômico delicado. “Recebemos os números do Caged com muita satisfação porque eles demonstram que há sinais de recuperação da economia e do mercado de trabalho. Mais trabalhadores conseguiram emprego e puderam garantir o sustento de suas famílias”, observa Juninho da Padaria. De acordo com ele, esse resultado gera boas perspectivas para 2018. “Vamos seguir nesta tendência de crescimento trabalhando para atrair novos investimentos e empreendedores”, acrescenta.

O secretário de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, Gilberto Brina, comenta que o bom resultado obtido pelo município na geração de empregos se deve aos investimentos feitos pelas empresas. A prefeitura também contribuiu com a concessão de incentivos fiscais por meio do Proderc (Programa de Desenvolvimento de Rio Claro) e na divulgação do nome de Rio Claro e valorização do potencial da cidade. “É importante apoiar e incentivar as empresas que investem e geram emprego e renda na cidade”, afirma Brina, ressaltando que o município vai continuar trabalhando para incentivar as empresas já instaladas na cidade e atrair novos negócios.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: