Em coletiva na manhã desta segunda-feira (18), o prefeito de Rio Claro, Gustavo Perissinotto, apresentou o Plano Municipal de Imunização contra a Covid-19.

Ao lado dos médicos Suzi Berbert, infectologista que comandou o planejamento, e Jair Vergílio, chefe de atenção básica de saúde no município, Gustavo destacou que Rio Claro se preparou para realizar a vacinação de acordo com as orientações do Governo Federal e Estadual, mas que o município depende da distribuição das doses para iniciar o processo de imunização.

A infectologista Suzi Berbert explicou as medidas tomadas para a elaboração do plano de imunização e comentou que foram tomadas como base as logísticas das campanhas de vacinação contra a gripe e outras já realizadas em Rio Claro anteriormente.

A médica ainda afirmou que alguns cuidados foram tomados para evitar aglomerações na hora da vacinação e diminuir o tempo de espera de quem for ser vacinado.

Suzi também ressaltou que, no primeiro momento, Rio Claro segue as ordens de prioridade na fase pela vacina, iniciando por trabalhadores da área da saúde, idosos, indígenas e quilombolas.

A prefeitura de Rio Claro estima que mais de 7.500 profissionais da saúde devem ser imunizados na primeira etapa da vacinação, além de mais de 25.000 idosos. No total, mais de 50.000 pessoas devem ser vacinadas nesta fase, seguindo as prioridades.

Data

Como destacado, Rio Claro depende da distribuição de doses das vacinas por parte do Governo, portanto ainda não tem definição exata para o início da imunização.

Anteriormente, de acordo com o Governo de São Paulo, a previsão era para que o início da vacinação em todos os municípios acontecesse em 25 de Janeiro, porém esta data pode ser antecipada. Nesta segunda (18), o Governo já iniciou a distribuição de doses para o interior.

Mais informações sobre a vacinação em Rio Claro, você acompanha ao longo do dia em jornalcidade.net

Mais em Dia a Dia: