A empresária e publicitária Marisa Dias Monteiro e seu irmão e sócio, André Dias Monteiro

Lucas Calore

A empresária e publicitária Marisa Dias Monteiro e seu irmão e sócio, André Dias Monteiro
A empresária e publicitária Marisa Dias Monteiro e seu irmão e sócio, André Dias Monteiro

A Copa do Mundo Brasil 2014 se encerrou no último domingo, dia 13, com a consagração do tetracampeonato da seleção da Alemanha. Recheado de alegrias e frustrações, o torneio foi considerado o melhor de todos por diversos meios de comunicação nacionais e internacionais. A “Copa das Copas” levou torcedores de todas as partes do mundo para dentro de 12 estádios, localizados em diversos cantos do Brasil. E, como não poderia ser diferente, também tiveram rio-clarenses presentes nos jogos para vibrarem junto às torcidas.

A empresária e publicitária Marisa Dias Monteiro e seu irmão e sócio, André Dias Monteiro, são alguns dos sortudos que foram sorteados pelo site da FIFA na venda de ingressos. A dupla foi assistir ao jogo da Bélgica x Coreia do Sul, no Itaquerão, em São Paulo. Marisa conta que a sensação de estar entre os torcedores no estádio é única: “Foi uma sensação única e muito satisfatória, pois foi um grande evento em nosso país, um acontecimento que não será esquecido e contado para outras gerações”, afirma.

A expectativa que tinha antes do evento e a avaliação que fez após a experiência também fizeram a empresária refletir. “Eu, como mulher e não apaixonada por futebol, não estava tão animada, principalmente pelo fato de não ser um jogo do Brasil. Mas, assim que chegamos ao estádio, a energia me contagiou!

O clima era de muita alegria, confraternização e união, até mesmo entre as torcidas adversárias”. Marisa diz que foi surpreendida positivamente quanto à organização do evento. Segundo ela, havia muita sinalização, acesso fácil, filas bem organizadas, banheiros, chão e cadeiras sempre limpos, restaurantes com filas rápidas e pessoas que orientavam constantemente, sempre bem-humoradas.

O engenheiro e empresário Afonso Tato Gallo Casanova
O engenheiro e empresário Afonso Tato Gallo Casanova

Outro rio-clarense que esteve presente na Copa do Mundo foi o engenheiro e empresário Afonso Tato Gallo Casanova. Por coincidência, também assistiu ao jogo das seleções da Bélgica e Coreia do Sul. Afonso teve a oportunidade de ir como convidado de uma emissora e assistiu à partida pelo camarote do estádio com outros amigos. “Ao entrar no camarote, ficamos todos arrepiados, atônitos. Parece que só voltamos a si depois de alguns minutos”, comentou o empresário.

O clima de paz nos estádios também chamou a atenção de todos. Para o torcedor, o evento foi muito bem organizado. “Ninguém entrava com objetos perigosos e a revista foi rigorosa. Cada um é levado a seu próprio lugar, sem disputa por melhor vista ou melhor companhia. Mas, acima de tudo, todos estavam num clima tão positivo, que não havia espaço para nada mais além da paz”, conclui.

Para Afonso, a energia do estádio é empolgante e, por isso, gostaria de ir também aos eventos esportivos das Olimpíadas 2016, que acontecerão no Rio de Janeiro, em 2016. Já a empresária Marisa planeja além: “Acredita que já pensei na possibilidade de ir para a Rússia em 2018?”, disse.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias: