Quilos de carne de merenda de escola são descartados em caçamba em Santa Gertrudes

2417

A cena de quilos de carnes jogados em uma caçamba na EMEI “Profª Thereza Seneme Ferro” em Santa Gertrudes no início desta semana chamou a atenção e levou a denúncias nas redes sociais. Os pacotes faziam parte da merenda das crianças e tão logo a Prefeitura Municipal ficou sabendo do caso, procurou os responsáveis já que o serviço e funcionários que atuam nesta parte são terceirizados. A empresa Vivo Sabor assumiu o erro e os custos dos alimentos e eximiu a administração municipal de qualquer culpa.

O que aconteceu

Em nota, a empresa Vivo Sabor Alimentação Ltda, vencedora da licitação, explicou que durante o fim de semana o freezer da EMEI “Profª Thereza Seneme Ferro” apresentou defeito e descongelou toda a carne que estava em seu interior e que, apesar de orientadas quanto aos procedimentos a serem adotados nestes casos, as cozinheiras acabaram descartando as carnes de maneira não adequada. A Vivo Sabor reforçou que a atitude de descartar era correta, pois a prioridade era a segurança alimentar, e a utilização poderia colocar em risco a saúde das crianças. O único erro foi a forma como foi feito. O texto ainda diz que as funcionárias da empresa que realizaram o descarte foram advertidas e que as demais, orientadas sobre a forma correta.

A direção da escola e a Secretaria de Educação de Santa Gertrudes também se manifestaram e afirmaram que não houve qualquer prejuízo para os alunos e nem para o município e que tudo foi reposto pela empresa que assumiu a total responsabilidade, inclusive a financeira, pela situação em questão.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: