“Quando pensarmos em Rio Claro para 30 anos, teremos um bom prefeito”, diz Matteo

181

Antonio Archangelo/Coluna PolítiKa

O empresário Renato Di Matteo (PSB) é um dos nomes fortes para a sucessão do prefeito Du Altimari (PMDB), no último pleito se cacifou politicamente e a expectativa, desde então, é que apareça como candidato a prefeito no pleito do próximo ano. Em conversa com a Coluna, Di Matteo desconversou e elencou que a prioridade é “fortalecer o partido” em Rio Claro.

O empresário Renato Di Matteo (PSB) ao lado do vice-governador do Estado de São Paulo, Márcio França (PSB)
O empresário Renato Di Matteo (PSB) ao lado do vice-governador do Estado de São Paulo, Márcio França (PSB)

“Primeiramente, estou trabalhando para o fortalecimento do partido. Vamos lançar uma chapa de vereadores e vamos apoiá-los de verdade. Essa é a primeira estratégia, o PSB irá eleger vereadores para os próximos quatro anos”, citou o empresário. “Iremos lançar uma chapa e vamos apoiar”, enfatizou.

“Com um partido forte, com uma chapa forte, com certeza, irá se destacar alguém. Eu posso ser candidato a prefeito, como qualquer um desta chapa. Não conversamos sobre esta questão de prefeito”, lembrou.

Questionado sobre o que precisa ser alterado na política local, Di Matteo cravou: precisamos trocar a cúpula dos antigos vícios políticos da cidade.

“De fato, precisamos trocar os políticos eleitos. Ter uma visão a longo prazo. Começar a administrar a cidade com esta visão de longo prazo. Tínhamos que imaginar um prefeito que pensasse a cidade para os 20, 30 anos para a cidade. Com um plano, e infelizmente, nós não temos”. No dia que tivermos um prefeito que pense a cidade de Rio Claro para os próximos 30 anos, teremos, então, um bom prefeito. E será bem diferente dos outros”, concluiu Renato Di Matteo, atual presidente do PSB de Rio Claro.

SÉRIE DE ENTREVISTAS

>>> “Se necessário, o próximo prefeito terá de reduzir comissionados e secretarias”, diz Zaine

>>> “Candidato tem que dar um indicativo claro de que fará um governo de ruptura”, diz João Walter

>>> “Vou continuar trabalhando e agradeço pelo apoio”, diz Juninho da Padaria

>>> “Precisamos romper com a polarização política que vivemos há décadas”, diz Valdanha

>>> “Candidatura não se viabiliza por vontade individual de quem quer que seja”, diz Agnelo

>>> “Precisamos de um novo distrito industrial para Rio Claro”, avalia Ronald Penteado

>>> “Tenho convicção de que RC aumentou seu protagonismo e fará ainda mais”, diz Perissinotto

>>> Olga Salomão defende a “desprivatização do poder público” para Rio Claro avançar

>>> “Temos que acabar com as maracutaias que existem na prefeitura”, defende Mário Zaia

Qual sua opinião? Deixe um comentário: