Prefeito pede agilidade em resultado de exame sobre gripe

549

A vigilância epidemiológica estadual deverá finalizar ainda nesta semana as análises que irão indicar se a morte de um paciente semana passada no Hospital da Unimed, em Rio Claro, foi ou não causada pelo vírus influenza H1N1 ou H3N2.

A informação foi passada por Regiane de Paula, diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, após receber dele o pedido de maior agilidade possível na conclusão das análises, que inicialmente seriam finalizadas em 30 dias. “Nosso objetivo é tranquilizar e esclarecer a população”, afirma o prefeito.

No dia 23 deste mês, o Ministério da Saúde lançará uma campanha nacional de vacinação contra a gripe, como acontece todo o ano. De acordo com o secretário Djair Francisco, Rio Claro também estará na campanha e a secretária municipal de Saúde divulgará os critérios e as prioridades de vacinação.

Nos últimos dias, muitas especulações e até afirmações em redes sociais deram conta de que o paciente teria morrido em razão do vírus, o que até agora não se tem confirmação. As análises do Instituto Adolfo Lutz indicarão se o paciente foi ou não vítima do vírus da gripe.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: