(No detalhe, a vítima João Paulo de Souza Freitas que foi morto a tiros)

A Polícia Civil, através da equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), iniciou os trabalhos para apurar a autoria do crime a motivação do assassinato de João Paulo de Souza Freitas, 28 anos, na noite de terça-feira (12) na Rua 9BRC, Residencial Bosques de Rio Claro.

Na tarde de hoje, as equipes sob o comando do Dr. Alexandre Socolowski identificaram o autor do crime, que a princípio negou mas diante dos fatos apresentados pelos investigadores, acabou admitindo a prática. Alegou que vinha sendo ameaçado por João Paulo e que na noite de terça encontrou com a vítima, que estava armada, entraram em luta corporal e para não morrer acabou tomando a arma de João Paulo e o matando. Contou ainda que se desfez da arma nas proximidades mas não soube indicar o local exato.

Todos esses fatos ainda serão melhor apurados pela Polícia Civil que segue no caso e tomando mais depoimentos. O autor, que até então não tinha nenhuma passagem nos meios policiais, foi indiciado e irá responder pelo crime de homicídio qualificado.

João Paulo será velado e sepultado nesta quinta-feira (14), no Memorial Cidade Jardim (Parque das Palmeiras). O velório terá início às 6h30 e o sepultamento acontece as 10h30.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Concluída 1ª etapa da obra na rotatória da Avenida 32

10º Baep realiza treinamento de ‘atirador designado’