Bairro do Estádio: pessoa acumula 60 toneladas de lixo

145

Da Redação

Foram retirados seis caminhões de lixo na residência
Foram retirados seis caminhões de lixo na residência

Foi necessária a intervenção do poder público em uma residência situada na Rua 23 do Bairro do Estádio. O motivo foi a grande quantidade de lixo acumulado na casa: foram retirados seis caminhões de lixo, entulho e recipientes acumulados por uma pessoa.

A ação ocorreu nessa quinta-feira, dia 26. Nas redes sociais, internautas postaram fotos denunciando a acumuladora. A preocupação relatada pelos internautas estava voltada principalmente ao quadro atual de Rio Claro, que sofre com a epidemia de dengue. Os agentes municipais localizaram na residência inúmeros focos para proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da doença.

Foram encontradas baratas, ratazanas e seus filhotes. O cálculo é de 60 toneladas recolhidas integralmente para o aterro sanitário. “Foi uma ação respaldada pela Justiça e que mostra a situação de muitas residências na cidade. Nós temos registro de que oitenta por cento dos criadouros do mosquito estão dentro das casas”, informa a coordenadora do combate à dengue no município, bióloga Kátia Curado Nolasco.

O trabalho de limpeza deverá ter continuidade nesta sexta-feira (27), quando as equipes retornarão ao local para retirar lixo de outras residências próximas que pertencem ao mesmo dono. Defesa Civil e Guarda Municipal auxiliaram órgãos municipais neste trabalho.

Na segunda-feira passada (23) a equipe de combate à dengue esteve em uma chácara da Avenida 33, mas não detectou criadouros do mosquito e a piscina encontrava-se tratada com cloro.

3 COMENTÁRIOS

  1. Bem feito,quando eu morava nessa casa por eu não poder alugar de imobiliaria essa pessoa me extorquia tanto no aluguel que subia mensalmente como em contas de água e luz, depois que sai daí eu sempre que passava na frente via que o lixão estava aumentando e olha ao ponto que chegou por não ter achado outra boba pra extorquir,é a lei do aqui se faz aqui se paga sem contar que essas casas que ela tem aí são todas invasão.Prefeitura dá uma olhadinha aí nos IPTU que essa pessoa de louca não tem nada, por que quem tem conta bancaria e sabe administrar sendo que sempre a vejo no banco de louca não tem nada.

    • CONSTITUIÇÃO FEDERAL
      DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS
      Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
      V – é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
      X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;
      CÓDIGO PENAL:
      DOS CRIMES CONTRA A HONRA
      Calúnia
      Art. 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:
      Pena – detenção, de seis meses a dois anos, e multa.
      Difamação
      Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:
      Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.
      Injúria
      Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
      Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.
      RETIRADO DE: http://www.planalto.gov.br/acesso em 28/02/2015

  2. CONSTITUIÇÃO FEDERAL
    DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS
    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
    X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;
    CÓDIGO PENAL:
    DOS CRIMES CONTRA A HONRA
    Calúnia
    Art. 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:
    Pena – detenção, de seis meses a dois anos, e multa.
    Difamação
    Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:
    Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.
    Injúria
    Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
    Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.
    RETIRADO DE: http://www.planalto.gov.br/acesso em 28/02/2015

Qual sua opinião? Deixe um comentário: