Munícipes reclamam de água em Santa Gertrudes

88

Vivian Guilherme

A Lagoa de São Bento também é utilizada para captação de água potável em Santa Gertrudes
Estiagem prolongada teria levado à variação nas condições da água bruta

Moradores de Santa Gertrudes utilizaram as redes sociais nesta semana para se queixar da qualidade da água na cidade. Segundo os relatos, a água estaria com cor escura amarelada e mau cheiro.

Segundo a concessionária responsável pelo serviço na cidade, a Odebrecht Ambiental, em razão da estiagem prolongada e da condição de escassez hídrica em que se encontra o manancial de captação de Santa Gertrudes, mais precisamente a Lagoa Harmonia, a empresa esclarece que na madrugada de quinta-feira (04) ocorreu uma variação nas condições da água bruta captada. “Em algumas regiões do município é possível notar alterações em cor e odor, mas sem qualquer prejuízo à potabilidade e qualidade da água”, informou em nota.

De acordo com a Odebrecht, todas as medidas foram adotadas no tratamento, controlando o processo e a partir dos monitoramentos realizados, inclusive, nos pontos de reclamações formalizadas para a concessionária, verificou-se por meio de análises que a água encontra-se dentro dos limites físico-químicos e bacteriológicos estabelecidos pela legislação.

“Toda a equipe da Odebrecht Ambiental encontra-se monitorando e controlando o tratamento e a água distribuída visando minimizar os efeitos observados e garantir a qualidade”, afirmou. A empresa ressalta ainda que o Laboratório Móvel e técnicos da concessionária estão à disposição para atender e esclarecer dúvidas. “A Odebrecht Ambiental disponibiliza como canais de atendimento aos gertrudenses, o telefone gratuito 0800-7710001 e o contato pela internet: www.odebrechtambiental/santagertrudes”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: