Uma festa sertaneja que aconteceu na cidade de Piracicaba terminou em tragédia na madrugada deste Domingo (20). Após uma confusão, duas pessoas foram mortas e duas ficaram feridas devido a disparos de arma de fogo.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, durante a festa “Fervo”, realizada no Distrito Unileste e que tinha como atração principal a dupla Hugo e Guilherme, houve um tumulto, que ainda não teve os detalhes confirmados, e tiros foram disparados, atingindo as vítimas.

Os disparos acertaram Leonardo Victor Cardozo, de 26 anos, e Heloise Magalhães Capatto, de 23 anos, que morreram por conta dos ferimentos. Uma terceira pessoa foi atingida na orelha e precisou ser internada. A quarta vítima, ferida apenas de “raspão”, foi atendida e liberada.

De acordo com a vítima que foi internada, ela não conhecia as pessoas que morreram e disse apenas ter ouvido os tiros e percebido que estava ferida.

A irmã de Leonardo afirmou aos policiais que ele estava no evento com amigos e tentou separar uma briga de casal quando o autor puxou a arma e efetuou os disparos.

A Polícia segue investigando o caso e ainda não identificou o autor dos tiros. Ninguém foi preso após o ocorrido.

A empresa responsável pelo evento informou que a festa contava com documentos legais e alvará para acontecer, e que no local do evento também teve revista pessoal e seguranças particulares, além de atendimento ambulatorial.

Luto

A Faculdade de Odontologia de Piracicaba, onde Heloisa estudava, decretou luto oficial de três dias a partir de Domingo (20).

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Morre, aos 60 anos, o GCM Geraldo que lutava contra um câncer

Concluída 1ª etapa da obra na rotatória da Avenida 32